Sean Lennon e Les Claypool

Sean Lennon, como sabemos, é o filho prodígio de John Lennon. O rapaz lançou, além de uma robusta discografia solo nas últimas décadas, alguns projetos paralelos bem interessantes.

Em turnê com o mais recente deles, a banda Ghost of a Saber Tooth Tiger –  uma parceria entre Lennon e sua namorada -, o incansável músico acabou formando um novo projeto, o The Claypool Lennon Delirium.

Como já vimos, além do nome esquisito, Sean aposta novamente em um duo: dessa vez, ele une forças com Les Claypool, talentosíssimo baixista e vocalista da banda Primus, que fez muito sucesso ali pelo começo da década de 90.

A banda está lançando seu novo disco e concedeu alguns depoimentos à imprensa.

Les diz sobre Lennon:

Sean é um mutante musical. Ele definitivamente reflete bem sua genética – não apenas as sensibilidades de seu pai, mas também a perspectiva abstrata e uma abordagem única de sua mãe, tornando-se uma aberração gloriosa.

Lennon também rasga elogios ao novo parceiro: “Tem sido uma honra e um desafio tocar com alguém do calibre de Les, mas felizmente os Deuses do Pinot Noir nos favoreceram e concederam um pacote de músicas diabólicas sobre macacos, espaço sideral e desvios sexuais.”

A banda liberou a primeira música de trabalho e, com ela, a arte do álbum, confira: