Mumford And Sons no Lollapalooza Brasil 2016
 

Fotos por Lucas Dumphreys

Com quase 10 anos de carreira o Mumford And Sons nunca havia pisado aqui no Brasil para mostras as suas músicas ao público do país e de lá pra cá muita coisa aconteceu com o grupo britânico.

Após dois discos em que criou verdadeiros hinos do renascimento do folk, na forma de Sigh No More (2009) e Babel (2012), a banda entrou de cabeça em um novo som voltado ao pop/rock e o indie/rock com Wilder Mind, lançado em 2015.

Já que não tinha vindo ao Brasil ainda, era natural que a banda fizesse um show passando pelas suas duas fases, e foi justamente isso que aconteceu.

No começo da apresentação vieram sons da fase folk com “Babel”, “Little Lion Man” e “Below My Feet”, e uma formação que remeteu ao passado e já mostrou que o público cantaria todas as músicas da banda do início ao fim, a dúvida só estava com a recepção aos sons do último disco.

Assim que começou “Wilder Mind”, a quarta canção do set, todos os pontos de interrogação foram eliminados e ficou bem claro que a multidão imensa em frente ao palco gostava de ambas as formatações do Mumford & Sons.

Marcus Mumford e companhia seguiram em frente com um longo show que contou com 14 músicas e um bis de três canções, sendo que a empolgação do público refletia no palco e o vocalista disse “obrigado” em Português uma dezena de vezes. Em “Believe” o cara chegou a bater o microfone na cabeça algumas vezes para demonstrar sua felicidade em ter suas músicas bem recebidas pelo Lolla.

Cansado de repetir a mesma palavra, porém, Marcus chamou a fã Isabel ao palco para que traduzisse algumas frases, e ela o fez, mas não antes de abraçar toda a banda.

Dando uma força para seu ídolo, a fã empolgada berrava o que Marcus dizia em Inglês e passou a mensagem de que esse era o show favorito do grupo em toda a sua carreira. Mumford ainda disse que amava o Brasil e que nosso país era seu novo favorito.

Antes do bis veio “Ditmas” e uma corrida do líder do grupo até o pit e o corredor entre a plateia onde foi possível ver, inclusive, fãs ilustres do grupo britânico como Chitãozinho e Xororó apreciando o show da banda por lá. “I Will Wait” e “The Wolf”, que encerram o set, mostraram bem o paralelo entre “os dois Mumfords” e se encaixaram bem, sendo que a última foi interrompida por uma fã que invadiu o palco e pegou o microfone.

Ao final das contas, o show do Mumford And Sons no Lollapalooza Brasil 2016 foi como estar em dois deles, e em ambos a banda soube muito bem como lidar com a recepção mais que calorosa do público brasileiro.

Um destaque positivo ficou para as constantes trocas de formação da banda que contaram até com Marcus na bateria em alguns momentos, e um ponto negativo foi o equipamento de som do palco, já que para quem estava um pouco mais longe dele, era difícil ouvir o que vinha dos instrumentos.

Setlist – Mumford And Sons no Lollapalooza Brasil
01 – Babel
02 – Little Lion Man
03 – Below My Feet
04 – Wilder Mind
05 – Lover of the Light
06 – Snake Eyes
07 – Tompkins Square Park
08 – Believe
09 – Ghosts That We Knew
10 – Awake My Soul
11 – The Cave
12 – Roll Away Your Stone
13 – Ditmas
14 – Dust Bowl Dance
Bis:
15 – Hot Gates
16 – I Will Wait
17 – The Wolf

#MumfordAndSons no #lollabr2016 Mais no Snapchat: tenhomaisdiscos #LollapaloozaBrasil #Lollapalooza #tmdqa #tmdqanolollabr #tmdqanololla

Um vídeo publicado por Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) em