Anthony Kiedies, David Bowie e Johnny Depp
 

E parece que não foi só o Coldplay que recebeu um “não” do saudoso David Bowie. Em nova entrevista, o Red Hot Chili Peppers revelou que convidou o ícone em algumas ocasiões para produzir alguns de seus álbuns, mas ele nunca aceitou.

Anthony Kiedis, vocalista da banda, esteve no Jonesy’s Jukebox e falou a respeito do assunto, e o site Alternative Nation transcreveu uma parte da conversa, que pode ser lida logo abaixo:

Toda vez que a gente gravava um disco, tínhamos uma discussão na banda. “Quem a gente deveria convidar para produzir o álbum?” “Eu não sei, deveríamos tentar alguém novo. Vamos chamar David Bowie!” “Ok, vamos ligar pra ele.”

Então no começo a gente ligava para ele, e ele dizia não de maneira respeitosa. Aí depois a gente escrevia longos e-mails explicando tudo e porque era hora para a gente se reunir, e ele sempre recusou respeitosamente. Por dois minutos eu ficava de coração partido, aí eu ouvia o Chad Smith tocar bateria e pensava, “Estamos bem, podemos fazer outra coisa.”

Pedimos para que ele produzisse By The Way, enquanto estávamos compondo By The Way, e aí pedimos novamente para o nosso próximo disco, que acabou sendo Stadium Arcadium. Ele disse não para nós duas ou três vezes, mas seu colega Brian Eno, a quem também pedimos para produzir nossos discos durante toda a carreira, disse não oito vezes.

Vale lembrar que há alguns dias integrantes do Coldplay revelaram que David Bowie foi convidado a participar de uma música da banda mas recusou porque ela “não era muito boa”.

Red Hot Chili Peppers

O Red Hot Chili Peppers, que passou boa parte da carreira tendo seus discos produzidos por Rick Rubin (Slayer, Beastie Boys, Jake Bugg, Justin Bieber) está trabalhando em um novo disco de estúdio, o décimo primeiro da carreira.

Para esse álbum o quarteto resolveu cortar os laços com o produtor e, enfim, trabalhar com uma pessoa nova. O responsável pelo disco será Danger Mouse (Broken Bells, Gnarls Barkley, The Black Keys, U2).

O último álbum da banda é I’m With You, de 2011.

   
 
Compartilhar