Nos próximos dias 6 e 7 artistas e voluntários irão promover uma Virada Cultural em escolas de São Paulo que estão ocupadas contra a reorganização proposta pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Entre os participantes estarão figuras de peso da música brasileira como Paulo Miklos (Titãs), Criolo, Maria Gadú, Edgard Scandurra (IRA!), Céu, Arnaldo Antunes e Tiê, que demonstraram seu apoio aos estudantes, professores e familiares que são contra o fechamento de escolas no estado de São Paulo e têm sido vítimas de ataques frequentes da polícia.

A ideia partiu da ONG “Minha Sampa”, e a diretora Anna Lívia Arida falou a respeito:

Estamos preocupados porque o governo não abre diálogo com esses alunos e está adotando medidas intimidatórias ao tentar colocar os pais e professores contra as ocupações. Nossa ideia é mostrar que a classe artística e a comunidade apoiam esse movimento, que é legítimo, que só busca um direito que deveria ser básico: o da educação de qualidade.

Por segurança, o local dos shows será divulgado apenas na véspera das apresentações. Você pode encontrar mais informações a respeito clicando aqui.

Fonte: Estadão

CrioloO rapper Criolo, filho da professora Dona Vilani, declara apoio à luta dos estudantes do ensino público de São Paulo contra o fechamento de suas escolas e critica a desvalorização dos professores. #NãoFecheMinhaEscola #ContraaReorganização #TripTV

Posted by Revista Trip on Quarta, 2 de dezembro de 2015