Em 1997 o Green Day estava lançando seu quinto disco de estúdio, Nimrod, e embarcou em uma turnê para divulgar o álbum que é vista, por muitos, como a melhor fase da banda.

Com uma sonoridade mais madura mas ainda carregando a energia do punk rock, principalmente nas apresentações ao vivo, o trio fazia shows diretos, barulhentos, divertidos e bem diferentes do que costuma fazer hoje em dia com músicos de apoio e uma produção bem maior.

No dia 04 de Dezembro de 1997, o grupo foi atração de um evento da extinta rádio KOME, de San Jose, na Califórnia, e além de apresentar hits da carreira também abria espaço para músicas que até então eram novidades, como “Hitchin’ A Ride” e “Nice Guys Finish Last”.

Foi antes de tocar a segunda, inclusive, que o vocalista Billie Joe Armstrong resolveu falar o que pensava sobre grandes festivais de música, abusando da sinceridade:

Sabe de uma coisa, estou de saco cheio desses grandes festivais de rock, esses em que você tem que ir e receber “cultura”. Sabe, shows tipo o H.O.R.D.E. Festival, o Lollapalooza, é tipo, eu não quero merda de “cultura” nenhuma. Uma vez na vida, cale a merda da sua boca e toque umas músicas.

Eu quero ficar bêbado, eu quero ficar bêbado e usar algumas drogas. Pela primeira vez na minha vida eu quero transar. Pela primeira vez. É disso que se trata, ouvir música bem alto e me destruir. Essa é uma música nova, se chama “Nice Guys Finish Last”.

Você pode ver a declaração de Billie Joe Armstrong aos 7:56 do vídeo abaixo, que traz o show na íntegra.