Jimmy Iovine é um dos nomes importantes da Apple por trás do Apple Music, serviço de streaming da gigante californiana que estreou há alguns meses.

Uma das das novas ações da marca é uma série de anúncios de TV com Mary J. Blige, Kerry Washington e Taraji P. Henson sobre a curadoria da Apple Music para mulheres, e em entrevista para o programa “This Morning”, da CBS, Iovine tentou explicar as motivações por trás da ação e acabou falando algumas besteiras:

Eu sempre soube que as mulheres acham muito difícil às vezes – algumas mulheres – encontrar música. E isso ajuda a montar playlists, curadas por pessoas de verdade. Não são feitas apenas por algoritmos – são feitas por algoritmos com um toque humano.

Iovine ainda comparou a funcionalidade a ter “um namorado que faz uma mixtape para você” e completou:

Eu pensei em um problema: as garotas estão sentadas falando sobre garotos. Ou reclamando dos garotos! Sabe, quando elas estão com o coração partido ou algo assim. Elas precisam de música para isso, certo? É difícil encontrar a música certa. Nem todo mundo conhece um DJ.

O que achou?

Após diversas críticas a respeito de suas declarações, Iovine pediu desculpas:

Nós criamos a Apple Music para tornar a descoberta da música certa mais fácil para todos — homens e mulheres, jovens e velhos. Nossa nova propaganda é direcionada às mulheres, por isso respondi da forma que respondi, mas obviamente o mesmo se aplica aos homens. Eu poderia ter escolhido minhas palavras de uma maneira melhor, peço desculpas.

Aproveitando o assunto, logo abaixo você pode ouvir a playlist oficial do TMDQA!, atualizada semanalmente pela equipe.

Fonte: CoS