Foi confirmada uma morte relacionada ao Eagles Of Death Metal no terrível atentado terrorista de Paris que aconteceu ontem à noite.

Nick Alexander, de 36 anos, era o responsável pela venda de merchandising da banda nos shows, e já havia trabalhado com nomes como Sum 41, Panic! At The Disco e The Black Keys.

A família de Nick confirmou a informação com a seguinte mensagem:

É com muita tristeza que confirmamos que nosso amado Nick perdeu a sua vida no Bataclan ontem à noite. Nick não era apenas nosso irmão, filho e tio: ele era o melhor amigo de todo mundo – generoso, divertido e leal. Nick morreu trabalhando com o que amava e nos confortamos em saber como ele estimava seus amigos pelo mundo. Obrigado pelos seus pensamentos e respeito por nossa família nesse período difícil. Paz e luz.

Patrick Carney, baterista do Black Keys, falou a respeito de Alexander:

Passei bastante tempo com Nick, mas o lance do trabalho do merch em turnê, é algo que você faz porque quer viajar e está interessado em conhecer novas pessoas e é trabalho duro. Não é o tipo de trabalho que você aceita porque quer passar o tempo todo em festas. Ele era muito organizado, trabalhava duro, era muito engraçado. Eu lembro dele sempre muito feliz por estar em turnê. Era o que o deixava mais feliz. Após os shows, quando todo mundo perdia a cabeça, ele era muito reservado. Ele era um querido. Ele parecia ser o maior rockstar de toda a turnê, no melhor sentido possível.

Joe Trohman, guitarrista do Fall Out Boy, também se pronunciou:

Acabei de descobrir que Nick Alexander foi uma das pessoas assassinadas ontem à noite em Paris. Grande cara. Estou horrorizado.

Vale lembrar que o colega de Carney no Black Keys, Dan Auerbach, também estava em Paris com o seu novo projeto, a banda The Arcs.

Você pode acompanhar a nossa cobertura dos eventos em Paris ao vivo clicando aqui.

Fonte: Rolling Stone