A língua falada na Austrália é o Inglês, mas há grandes chances de que você, mesmo dominando o idioma, tenha um pouco de dificuldade para entender as pessoas de lá.

Isso porque os australianos têm um sotaque bastante forte que aparece principalmente em certas palavras, e pode levar um tempo até que você entenda perfeitamente os nativos.

Dean Frenkel, especialista em discursos públicos e comunicação na Universidade de Victoria, publicou um artigo onde diz que os australianos deveriam repensar na forma como conversam diariamente, e chegou a dizer que a Austrália seria um país mais inteligente se as pessoas fossem treinadas para se comunicar:

Quando a retórica é apresentada de forma efetiva, permite que o conteúdo seja comunicado em um ambiente amigável para o ouvinte, com palavras bem escolhidas e faladas a uma taxa audívei, com volume equilibrado, fluência, clareza e de forma compreensível.

Frenkel ainda foi além e falou sobre como a origem do sotaque dos australianos está nos antepassados que costumavam ficar bêbados em boa parte do tempo:

O coquetel do alfabeto Australiano foi criado com álcool. Nossos antepassados regularmente ficavam bêbados juntos e através de suas interações frequentes, sem saber, adicionaram uma pronúncia alcoólica aos nossos padrões nacionais de fala.

Você pode ler a matéria toda de Frenkel clicando aqui.

Via: Noisey

   
 
Compartilhar