Por Patrício Lima

Fãs famintos e um repertório recheado de hits. Foi assim que os barbudos dos Los Hermanos, após longo hiato, arrebataram o seu público Fortaleza, nesta sexta-feira (09/10), no terceiro show da turnê comemorativa da banda. A banda carioca que já havia se apresentado em Belém (02/10) e Recife (03/10), fez um show com quase 30 músicas no repertório e conseguiu pinçar os principais sucessos – inclusive, “Anna Júlia” – dos quatro discos da banda: Los Hermanos (1999), Bloco do Eu Sozinho (2001), Ventura (2003) e 4 (2005).

Às 23h30 a banda subiu ao palco, no Centro de Eventos de Fortaleza, e com o público aos gritos, abriu o show com “Vencedor”, hit do disco Ventura, seguido de “Retrato pra Iaiá” do disco Bloco do Eu Sozinho, e a música “Além do que se vê”, também do Ventura. Foi o suficiente para perceber que os fãs estavam em uma verdadeira comunhão, que beiram adoração a cada verso cantado por Marcelo Camelo e Rodrigo Amarante.

Daí em diante o show mesclou músicas das duas fases da banda, do início da carreira com uma pegada ska e hardcore, e a segunda, iniciada com o Bloco do Eu Sozinho, onde as influências já eram bem diferentes, como marchinhas, samba e MPB. Destaque para “Todo Carnaval Tem Seu Fim”, “Samba a Dois” e “Morena”. Além delas, “Cara Estranho” e “O Vento” também foram cantadas de cabo a rabo em bom “nordestinês”.

Em uma rápida pausa, Amarante pergunta se o público está bem e logo em seguida mandou bala com mais música. É a vez de uma das canções mais festejada pelos fãs: “Sentimental”. Foi aquele momento em que se olhava para o lado e via casais apaixonados se beijando e os que não estavam, fechavam os olhos e cantando forte cada palavra da música, como se fosse um grito ou até mesmo um desabafo. A “sofrência” foi tamanha, que não era muito difícil encontrar fãs às lágrimas. Que Pablo, que nada! Os verdadeiros reis da “sofrência” são os Los Hermanos.

Mas antes de “Sentimental”, houve uma cena divertida. As projeções nos telões do palco deram erro. O que mostrou que até o Windows XP dos caras também pode dar um probleminha técnico. Marcelo Camelo tirou onda com a situação, e disse que os técnicos estavam ali pra isso mesmo. Segue o show!

los-hermanos-fortaleza-erro

Já se encaminhando para o final do show antes do bis, “Último Romance” e “A Flor” também enlouqueceram os mais 10 mil presentes no local, onde o Front Stage estava tão lotado, que parecia mais uma pista. Prova que mesmo depois de tanto tempo parados, apesar de ter projetos paralelos, a banda consegue se perpetuar como uma das bandas mais influentes e relevantes do rock nacional dos últimos anos.

Era chegada a hora do bis. O tempo em que a banda tomava um fôlego, os fãs gritavam para os barbudos voltarem. Minutos depois, lá estavam eles de volta para alegria geral de quem estava no show para tocarem “Adeus Você” e “Anna Júlia”, isso mesmo! Depois de muito tempo fora do repertório da banda, ela voltou! Parece que a música que fez a banda estourar no país não é mais rejeitada, e sim, um símbolo importante da sua carreira.

Já em êxtase, o público também foi à loucura com as duas últimas músicas do set list: “Quem Sabe” e “Pierrot”, assim como “Anna Júlia”, hits do primeiro disco da banda. Pronto! Todos saíram satisfeitos de um show que resume bem a história da banda. Com ótima produção de cenário e visual, o show comemorativo é uma ótima pedida para quem estava em abstinência de ver ao vivo os barbudos mais queridos do Brasil. Com polêmicas e teorias da conspiração de que a banda estaria capitalizando mais com turnês após um longo hiato, eles fizeram o seu papel e o público sem sobra de dúvida saiu mais que satisfeito. É perceptível que a banda já não tem a mesma “pegada” de outros tempos, que se explica pelo longo tempo separados e da tentativa de um reencontro do entrosamento, que foi marca registrada na melhor fase da banda.

A turnê comemorativa do Los Hermanos segue agora para Brasília (10/10), Salvador (12/10), Curitiba (16/10), Porto Alegre (17/10), Belo Horizonte (23/10), São Paulo (24 e 25/10) e Rio de Janeiro (30/10,31/10,01/11 e 02/11).

Set list

01. O Vencedor
02. Retrato pra Iaiá
03. Além do que se vê
04. Todo carnaval tem seu fim
05. O Vento
06. cadê teu suín-?
07. Do Sétimo Andar
08. Samba a Dois
09. Cara Estranho
10. Condicional
11. Pois É
12. Morena
13. Um Par
14. O Velho e o Moço
15. A Outra
16. Paquetá
17. Sentimental
18. Primeiro Andar
19. Tenha Dó
20. Descoberta
21. Deixa o verão
22. De onde vem a calma
23. Conversa de Botas Batidas
24. Último Romance
25. A Flor

Bis

26. Adeus Você
27. Anna Júlia
28. Quem Sabe
29. Pierrot

Veja como foram os primeiros shows da turnê do Los Hermanos clicando aqui.