Hundredth é uma banda norte americana de hardcore que iniciou as atividades em 2008 e de 2010 pra cá, lançou praticamente um novo registro por ano.

O último deles, Free, saiu em 2015 pela nova casa dos caras, a influente Hopeless Records, e em Outubro o grupo vem ao Brasil como banda de abertura do Ignite, nome dos mais fortes do hardcore mundial.

Conversamos com Chadwick Johnson, vocalista da banda, sobre os shows por aqui, carreira, uma cover bem pessoal do clássico “Hurt” (Nine Inch Nails e Johnny Cash) e mais.

Leia!

 

TMDQA!: A banda existe há pouco tempo mas já lançou 3 álbuns e 2 EPs. É impressionante para um grupo jovem. Como vocês lidam com a composição, produção e gravações durante as turnês?

Chadwick: Somos uma banda desde 2008 e sempre estamos tentando progredir musicalmente e também nas letras. Sempre pareceu natural continuar lançando material à medida que nos inspirávamos. A gente excursiona bastante, mas com uma agenda estratégica, ainda conseguimos acertar tudo.

 

TMDQA!: Vocês gravaram uma cover de “Hurt”, do Nine Inch Nails, imortalizada por Johnny Cash. Como surgiu a decisão para gravá-la? Não houve muita pressão para gravar uma música que tornou-se famosa com um dos maiores nomes da história?

Chadwick: Decidimos gravar de última hora no nosso segundo disco, Let Go. Era uma faixa escondida até o final. É uma música poderosa e a gente queria dar a nossa cara pra ela. Houve um pouco de pressão mas a gente não pensou a respeito, foi lá e fez. Foi divertido e a gente curtiu a vibe, então lançamos.

TMDQA!: Seu novo álbum, Free, saiu pela Hopeless Records. Como aconteceu e como você se sente em estar em uma das gravadoras mais ativas quando o assunto é punk rock e hardcore?

Chadwick: Era hora da gente seguir em frente com outra gravadora e quando a Hopeless mostrou interesse nós ficamos surpresos e empolgados. A gente sabia que eles não tinham muitas bandas como a nossa no cast e chegamos à conclusão de que seria o melhor lugar para a banda. Eles têm ótimas conexões e uma reputação poderosa como selo independente. Eles são grandes apoiadores da banda e fazem tudo que podem para ajudar que a gente alcance e execute as nossas ideias.

TMDQA!: O que podemos esperar dos shows no Brasil? Já ouviram falar alguma coisa do público por aqui? As pessoas são malucas!

Chadwick: ALTA ENERGIA! Ouvimos falar muito bem sobre o Brasil e mal podemos esperar por ver tudo de perto.

 

TMDQA!: Como você descreve o som da banda para alguém que nunca ouviu nenhuma de suas músicas?

Chadwick: Uma banda que tem muita energia ao vivo e substância nas letras. Pesada às vezes e melódica às vezes, mas com uma mistura constante de ambos.

 

Hundredth no Brasil

A banda irá abrir os shows da lenda do hardcore Ignite por aqui em São Paulo, Curitiba e no Rio de Janeiro: