Foto por Lollapalooza Brasil

O Alt-J, com seu indie rock/experimental é um daqueles grupos cujo show funciona de formas completamente diferentes em espaços abertos, durante o dia, e em casas de show, à noite.

No caso do Lollapalooza Brasil, a banda britânica se apresentou às 15:55, com o dia claro e pouco ou quase nenhum impacto da iluminação de palco.

Em linha, com cada um dos seus integrantes ao lado do outro, inclusive o baterista, o grupo que ainda é jovem (lançou seu primeiro disco em 2012) mas já recebeu prêmios conceituadíssimos na música britânica, apresentou suas músicas complexas para um público cativo que cantou praticamente todas as canções.

Interagindo pouco com o público, apenas para dizer “obrigado” em Português algumas vezes e para deixar que a plateia cantasse trechos de suas músicas, o vocalista Joe Newman mostrou um pouco mais de calor ao amarrar uma bandeira do Brasil no pescoço após a performance de “Tessellate”.

Canções como “Hunger Of The Pine”, “Matilda”, “Every Other Freckle” e a aclamadíssima performance de “Breezeblocks” ao final conduziram um show daqueles ensaiadíssimos, sem falhas e executados de maneira perfeita, mas que perdeu muito por não ter um clima mais intimista.

Para os fãs, ficou o sentimento de que um belo show, com músicos bastante técnicos e inspirados, acabava de ter acontecido por ali. Já para quem não conhece a banda, foi difícil começar a gostar do Alt-J a partir desse show, e o desânimo estava estampado na cara de boa parte dos presentes.

Setlist

  1. Hunger of the Pine
  2. Fitzpleasure
  3. Something Good
  4. Left Hand Free
  5. Dissolve Me
  6. Matilda
  7. Bloodflood pt. 2
  8. Tessellate
  9. Every Other Freckle
  10. Taro
  11. The Gospel of John Hurt
  12. Lovely Day (Bill Withers)
  13. Nara
  14. Breezeblocks