Na última Quarta feira a cidade de Belo Horizonte recebeu o primeiro show do Foo Fighters em sua história.

17 mil pessoas estiveram na Esplanada do Mineirão para ver Dave Grohl e companhia e uma delas saiu de lá com uma façanha que definitivamente não irá esquecer.

Rafa Giácomo é vocalista e guitarrista da banda cover Monkey Wrench, e foi convidado pelo próprio líder dos Foos a tocar uma canção com eles no show.

O TMDQA! conversou com o cara e ele revelou como tudo aconteceu. Leia logo abaixo.

 

TMDQA!: Tudo começou com a promoção de uma rádio para conhecer a banda, certo? Como foi a promoção e o que você fez para ganhar?
Rafa: A promoção era da Rádio Jovem Pan BH. Eu tinha que mandar um texto falando porque eu merecia encontrar o Dave. Aí o baixista da minha banda começou uma campanha e além do texto a galera toda que acompanha a gente começou a postar na fanpage dando motivos para eu ser o escolhido, e eles acabaram me escolhendo.

Eu estava em Brasília gravando o disco da banda autoral que faço parte, a Riviera, que sairá esse semestre pela Refinaria Discos. Aí recebi a ligação dizendo que eu conheceria o Dave e a banda toda.

TMDQA!: E como foi a sua reação? Você chegou a preparar material pra levar pra banda? Tinha ideia do que falar, mostrar seu trabalho?
Rafa: Fiquem em choque. Muita felicidade mesmo. Preparamos camisetas da Monkey Wrench, uma camiseta e um EP da Riviera que na correria não conseguimos entregar. Só conseguimos a camiseta da Monkey Wrench mesmo, que foi o motivo para eu tocar.

TMDQA!: Foi ao apresentar seu grupo que Grohl te convidou para tocar?
Rafa: Isso mesmo.

TMDQA!: Como foi o período todo no camarim e o eventual convite de Dave Grohl?
Rafa: Cheguei no backstage e tinha uma turma que havia ganhado outra promoção tirando foto com a banda. O Taylor foi quem me viu primeiro, riu, e cutucou o Pat Smear pra me mostrar. Os dois riram juntos.

Fui em direção aos dois e Dave Grohl me viu. Ele arregalou o olho e me deu um abraço apertado. Pegou o celular dele, fez uma selfie e depois me colocou entre a banda para tirar uma foto e mandar para a esposa. Quando entregamos a camiseta da banda, ele fez o convite.

rafa-giacomo-dave-grohl

Foto por Patricia Marcelino

TMDQA!: Como surgiu a ideia de tocar “Breakout”?
Rafa: Depois das fotos e do convite começamos a conversar sobre como seria a apresentação. Aí veio a ideia de “Breakout”. O baixista da minha banda que sugeriu para ele o roteiro do que ia rolar e Dave achou o máximo. Eu não sabia se iria rolar só um trecho ou a música inteira.

TMDQA!: E o resto da banda acompanhou esse roteiro? As caras e reações deles quando você entra no palco são muito divertidas.
Rafa: Sim. Foi realmente muito engraçado.

TMDQA!: Vocês chegaram a ensaiar  ali no camarim de alguma forma, ou foi no total improviso?
Rafa: Não. Foi no improviso. Como temos a banda cover, tocamos como eles, então já sei de todas as “ondas” que o Dave faz na música.

TMDQA!: O que passou na sua cabeça do momento em que veio o convite até a hora de tocar? “Breakout” é uma das primeiras músicas do set, mas deve ter parecido uma eternidade.
Rafa: Sim, fiquei muito ansioso e sem acreditar se iria rolar mesmo. Ficamos no backstage à pedido do Dave, esperando. Quando chegou a hora, foi tudo de uma vez, ele me entregou a guitarra e disse “Go! Go! Go!”

 

Você pode ver o resultado final, justamente após Dave mandar seu sósia para o palco, no vídeo abaixo, gravado por colegas da banda de Rafa.

Monkey Wrench – A banda

banda-monkey-wrench

Para conhecer mais a Monkey Wrench, banda de Rafa Giácomo cover de Foo Fighters, você pode ver o material abaixo.