Lorde em South Park
 

Como já te contamos por aqui, Lorde virou alvo dos criadores de South Park. Acontece que a brincadeira deu certo e os caras apostaram numa trama paralela envolvendo a cantora: ela é o alter-ego do personagem Randy Marsh, pai do Stan, que passa por uma crise de identidade e precisa lidar com os percalços da indústria musical.

Em dado momento do episódio, transmitido no último dia 3, Randy se mostra apreensivo diante de um show ao vivo e seu empresário o questiona: “Não é sobre a música, é pelos comentários. Você acha que essas pessoas aí fora se importam com o modo que você soa?”. Para o personagem, a música que ele faz não pode se reduzir a isso, chegando a afirmar que “nossas meninas precisam de algo positivo como exemplo”.  Nisso, Iggy Azalea entra em cena e diz que é muito fácil para ele dizer isso, afinal, “ele não tem um corpo bonito”, uma clara alfinetada na superficialidade que assola os tempos atuais.

O episódio continua se desenvolvendo de modo insano, como de costume, e conta com um holograma do Michael Jackson fugindo de um show, o que obriga a companhia por trás da tal tecnologia a criar um Tupac digital. Posteriormente, uma nova Lorde é desenvolvida da mesma maneira, já que Randy Marsh decide revelar sua real identidade e é rapidamente descartado pela cruel indústria da música. “Você não pode substituir artistas por hologramas! Quem criará conteúdo?” indaga, confuso. “Os comentários são o conteúdo nos dias de hoje”, finaliza o empresário, numa das cenas finais do programa.

Para assistir ao capítulo na íntegra, basta clicar aqui.

Fonte: CoS