Como você viu aqui no TMDQA!, o U2 disponibilizou em parceria com a Apple, um novo disco de inéditas chamado Songs Of Innocence através do iTunes.

A maneira como banda e empresa fizeram isso, porém, deixou muita gente irritada, já que todos os dispositivos da Apple apareceram um belo dia com o álbum em sua biblioteca do iTunes, mesmo que isso não tivesse sido solicitado.

Além de críticas como as do Bombay Bicycle Club e da criação de uma ferramenta para a retirada do álbum do sistema, Sharon Osbourne também deu sua opinião a respeito da ação e não poupou palavras ao falar da banda, via Twitter:

Isso é uma invasão do meu espaço privado. Meu espaço de entretenimento. U2, vocês são empresários, não são mais músicos. Não é à toa que precisaram dar suas músicas medíocres de graça porque ninguém quer comprá-las.

Sharon ainda deu a entender que “nada é de graça”, e que tudo não passa de uma ação que irá render dinheiro para a banda e a Apple no final das contas.

Cortando os pulsos

sharon-osbourne-pulsos

Em outra notícia relacionada, a esposa de Ozzy Osbourne revelou no programa de televisão The Talk, onde é uma das apresentadoras, que já cortou os pulsos por causa do músico.

Durante um quadro chamado “semana dos segredos”, ela resolveu revelar esse segredo:

Eu estava saindo com o Ozzy na época. Trabalhávamos e namorávamos. E ele era casado e tinha dois filhos. Eu era solteira, livre e selvagem.

Nós bebíamos muito juntos, sabe, é o que fazíamos. Um dia às quatro da manhã ele perguntou o quanto eu lhe amava e eu disse que faria qualquer coisa por ele. Ozzy pediu para que eu provasse que eu daria minha vida por ele, então peguei uma faca e cortei meus pulsos. Acho que cortei fundo demais e não parava de sangrar, então tivemos que chamar uma ambulância. Quando a ambulância chegou, falei “apenas coloque uma fita em cima,” e eles falaram “não, isso é tentativa de suicídio.” Eles me prenderam e chamaram psiquiatras.

Você pode ver Sharon falando a respeito do caso, bem como mostrando as marcas da sua “prova de amor” no vídeo abaixo.

Fonte: Blabbermouth