Gene Simmons (KISS) afirma que o rock está “finalmente morto”
 

Gene Simmons (KISS) afirma que o rock está “finalmente morto”

Gene Simmons, baixista do KISS, criticou o atual suporte que as gravadoras dão aos seus artistas e afirmou que o rock está “finalmente morto”.

Em entrevista concedida à Esquire, ele foi enfático nas críticas à indústria da música ao dizer que hoje em dia os artistas não recebem das gravadoras o mesmo apoio que tinham nos anos 60 e 70. Ao ser questionado sobre qual conselho daria a um jovem músico, falou:

Não abandonar seu trabalho comum é um bom conselho. Quando comecei, não era uma montanha intransponível. Uma vez que você tinha uma gravadora ao seu lado, eles te financiariam, e isso também significava que eles te dariam todo o apoio quando você saísse em turnê. Havia toda uma indústria para ajudar os próximos Beatles, Stones, Prince, Hendrix, para sustentá-los e apoiá-los a cada passo do caminho. As gravadoras ainda existem para o pop, rap e country e suas ramificações. Mas para os artistas que também são compositores – os criadores – para o rock, para o soul, para o blues – está finalmente morto. Rock está finalmente morto.

Simmons também atribuiu parte da decaída do rock ao compartilhamento ilegal de arquivos e alfinetou realities shows de música. A entrevista pode ser lida na íntegra aqui.