mudhoney-biografia

Esse mês será lançada uma nova biografia sobre a banda Mudhoney, um dos nomes mais importantes do grunge e grande responsável pela explosão do estilo ao lado de bandas como Pearl Jam, Nirvana e Mother Love Bone.

A SPIN trouxe longos trechos do livro em uma matéria especial e alguns deles chamam a atenção, como quando a banda fala que os caras do Nirvana, e até seu empresário, adoravam roubar a cerveja destinada ao Mudhoney nos shows.

Além disso, o ex-baixista Matt Lukin e o vocalista Mark Arm disseram que excursionar com Kurt Cobain e companhia era “escuro e depressivo. Sentíamos até que estávamos incomodando os três só em nos divertir.”

Siga o TMDQA! no Twitter e no Instagram!

A passagem mais curiosa, porém, é a que Lukin conta a respeito de uma visita até a Casa Branca pouco depois da morte de Cobain:

Quando menos percebi, estávamos dentro da Casa Branca. Porra, eu tinha um baseado comigo, o que eu faço com ele? Acabei comendo! Eu acho que você não fica chapado comendo; só não queria jogar o baseado no lixo. Estou eu lá, sentado, comendo um baseado seco. E já estava chapado por causa do outro baseado que eu tinha fumado. Aí eu começo a andar por lá, chapado, e eu lembro de um cara que nos foi apresentado como “o policial sem-drogas mais forte de todos” – ele havia vencido várias competições de levantamento de peso entre policiais no país. É claro que o sentido de “sem-drogas” dizia respeito a ele não usar anabolizantes, mas eu achei que ele era tipo, o policial mais forte do departamento contra drogas da polícia, e que ele iria me prender por estar chapado. Merda!

Consegue imaginar a cena?

Sorveteria

Recentemente a banda tocou em uma sorveteria para celebrar o lançamento de um sabor de sorvete em sua homenagem. Veja!

Fonte: Alternative Nation

   
 
Compartilhar