The Clash
 

The Clash: videoclipe da faixa "White Riot" é lançado

Mick Jones e Paul Simonon, ex-guitarrista e baixista do The Clash, respectivamente, falaram a Billboard nos últimos dias e afirmaram que já tiveram oportunidades para reunir a banda, que se dissolveu em 1986, mas entendem que isso na maioria dos casos acontece por motivos financeiros.

Jones foi sucinto, quando perguntando se isso poderia ter acontecido antes da morte do vocalista Joe Strummer em 2002: “Nós tivemos oportunidades”.

E ainda salientou:

É isso, mesmo. Não aconteceu. Nunca pareceu certo. Nós não quisemos fazê-lo.

A questão financeira foi ressaltada por Paul Simonon, que foi um pouco mais além:

No fim do dia, é uma história melhor não termos voltado. Nós salvamos todo o tempo e esforço não nos reunindo. Sinto que teríamos desperdiçado o que conquistamos. Por que as pessoas se reúnem? Por que as bandas voltam? Oh, eles são bons amigos. Certo, isso é legal. É geralmente por causa da situação financeira que isso tem de ser feito. Basicamente, todos estão “quebrados”.

ÚLTIMOS TRABALHOS COM STRUMMER

Recentemente o guitarrista Mick Jones, ao lado dos companheiros Paul Simonon e Topper Headon, revelou em entrevista recente como foram as últimas parcerias com Joe Strummer. Você pode ler o que ele disse clicando aqui.