Há alguns dias nós publicamos aqui uma lista contendo 15 grandes bandas com três integrantes que fizeram ou ainda fazem muito barulho com bons discos e apenas três cabeças pensantes.

Depois disso, publicamos uma segunda parte com mais 15 grandes nomes e, como não poderia deixar de ser, estamos fechando a trinca de publicações com mais 15 artistas e bandas que merecem ser lembradas quando o assunto é tocar em trio.

Navegue pelas próximas páginas, ouça as músicas dos grupos e conheça, lembre ou redescubra as bandas que trouxemos pra vocês.

Divirta-se!

Clique nos botões “Anterior” e “Próximo” para navegar ou utilize as setas do teclado.

 

1Sublime

Definitivamente o Sublime foi um dos grandes trios a passarem pelo mundo da música nos últimos anos.

Liderados pelas belas canções, letras e o carisma de Bradley Nowell, os caras lançaram os ótimos álbuns 40 oz. To Freedom e Robbin’ The Hood, mas com o álbum homônimo de 1996 mostraram ao mundo todo a mistura única de punk rock com reggae que resultou em um estilo próprio com a assinatura da banda.

Mesmo com a morte prematura de Nowell no mesmo ano, antes mesmo do disco ser lançado, o Sublime garantiu uma legião de fãs pelo mundo todo que até hoje ouvem o último disco da banda e o reconhecem como um dos melhores trabalhos dos anos 90.

Integrantes: Bradley Nowell, Bud Gaugh e Eric Wilson

2Jawbreaker

Em 1986 foi formado em Nova York um dos trios mais influentes do rock alternativo do início dos anos 90.

O Jawbreaker contava com as composições inteligentes de seu líder, Blake Schwarzenbach, e uma sonoridade que apostava na trinca de guitarra baixo e bateria para fazer muito barulho ao mesmo tempo que transmitia uma série de emoções bastante pessoais através de seus números.

Foram quatro discos de estúdio lançados sendo que o último deles, Dear You, saiu em 1995 por uma grande gravadora, foi produzido por Rob Cavallo (Green Day) e era uma das grandes apostas para ser trabalhado e comercializado com nomes como Nirvana e o próprio trio verde. Kurt Cobain, aliás, foi visto usando camisetas do Jawbreaker em algumas ocasiões.

Devido a tensões internas, o grupo acabou pouco tempo depois do lançamento do disco, e nunca mais voltou.

Blake Schwarzenbach fundou outra banda, o Jets To Brazil e, com uma abordagem mais voltada ao indie e ao emo, teve ainda mais sucesso do que com sua primeira banda, apesar dela ter lançado apenas três discos.

Integrantes: Blake Schwarzenbach, Adam Pfahler e Chris Bauermeister

3Dr. Sin

A banda brasileira Dr. Sin é um verdadeiro exemplo de longevidade a ser seguido.

Formado no início dos anos 90, o trio teve diversas conquistas importantes como um contrato com uma grande gravadora para o lançamento de um álbum em nove países, uma performance no Hollywood Rock de 1993 ao lado de nomes como Nirvana e a consolidação de uma carreira que dura até hoje e já lhes rendeu quase uma dezena de discos de estúdio.

Esse ano eles se apresentam no Rock In Rio ao lado de outros grandes nomes como Alice In Chains, Sepultura e Metallica.

Integrantes: Andria Busic, Eduardo Ardanuy e Ivan Busic

4Rock Rocket

Outro grande trio brasileiro que tem feito muito barulho nos últimos anos é o Rock Rocket.

Ao invés de apostar na técnica como o Dr. Sin, os caras têm como marca registrada um rock’n’roll divertido e inconsequente, cheios de refrães pra cantar e gritar bem alto enquanto se está erguendo uma garrafa de cerveja.

Entre o primeiro EP, de 2004 e o último lançamento, um vinil de 7 polegadas em 2011, a banda já coleciona 10 lançamentos em seu currículo.

Integrantes: Noel Rouco, Jun Santos e Alan Feres

5Grand Funk Railroad

O Grand Funk Railroad foi formado em 1969 e em pouco tempo tornou-se um dos grandes nomes do hard rock e do blues rock dos Anos 70, mesmo enfrentando diversas críticas de veículos especializados e das rádios, que não se identificavam com o som do grupo e raramente tocavam suas músicas.

Acontece que mesmo diante de toda essa adversidade o trio, que depois trouxe mais membros ao line-up, era extremamente popular e tinha seus shows lotados, fazendo com que eventualmente as críticas cedessem e o “bloqueio” das rádios diminuísse.

Entre idas e vindas, a banda está na ativa desde a volta de um hiato em 1996, mas o último disco de estúdio é What’s Funk?, de um longínquo ano de 1983.

Integrantes: Mark Farner, Don Brewer e Mel Schacher

6Run-D.M.C.

O Run-D.M.C. foi formado em 1981 no Queens, em Nova York, e tornou-se um dos grupos de hip hop mais interessante de todos os tempos.

Não apenas os caras criavam letras, rimas e sons que faziam com que as pessoas se identificassem, mas eles também se juntaram a nomes de outros estilos, principalmente o rock, e ao regravarem “Walk This Way”, um clássico do Aerosmith, acompanhado do vocalista e do guitarrista da banda, Steven Tyler e Joe Perry, praticamente inventaram a fusão de hip hop com rock’n’roll.

A influência no estilo é tão grande, que em 2009 o trio foi introduzido ao Hall da Fama do Rock’n’roll como o segundo nome do hip hop a receber tal honra na história. O primeiro foi o Grandmaster Flash And The Furious Five.

O pioneirismo era marca do trio, já que eles foram os primeiros do estilo a serem indicados ao Grammy, a ter um álbum de ouro, um álbum de platina e de multi-platina e a passar clipes na MTV.

Integrantes: Joseph “Run” Simmons, Darryl “D.M.C.” McDaniels e Jason “Jay Master Jay” Mizell

7Black Rebel Motorcycle Club

Formado em 1998 o Black Rebel Motorcycle Club surgiu em San Francisco com uma porrada de influências do hard rock dos Anos 70 e logo começou a tocar na região e a preparar um disco de estúdio, que veio ao mundo em 2001.

De lá pra cá, o trio já lançou mais seis álbuns e em cada um deles incorpora diferentes elementos que fazem com que ouvir a discografia do grupo seja uma verdadeira viagem pelo rock alternativo, blues, pós punk e, talvez de forma mais latente, o garage rock.

Integrantes: Peter Hayes, Robert Levon Been e Leah Shapiro

8Little Joy

O Little Joy traz em seu line-up pequeno de três integrantes uma vasta gama de talentos e inspirações.

Fazem parte do grupo Rodrigo Amarante, da banda brasileira Los Hermanos, o baterista do The Strokes, Fabrizio Moretti, nascido no Brasil mas criado nos Estados Unidos e a cantora Binki Shapiro, de Los Angeles.

Juntos, eles criaram um álbum homônimo lançado em 2008 que traz 11 faixas de indie e folk envoltas por um clima nostálgico e cantadas, em sua maioria, em Inglês, mas com trechos em Português também.

O até hoje único disco da banda ainda conta com participações especiais de gente talentosa como Devendra Banhart, Nick Valensi e Adam Green, e foi muito bem recebido por público e crítica.

Integrantes: Rodrigo Amarante, Fabrizio Moretti e Binki Shapiro

9Yo La Tengo

Quem também faz indie rock, mas há muito mais tempo, é o Yo La Tengo, de Hoboken, New Jersey.

A banda foi formada em 1984 e desde 1992 atua como um trio formado pelos mesmos integrantes. Em toda a carreira já são 13 discos de estúdio e o respeito de público e crítica que lhes rende sempre muita antecipação quanto a seus novos trabalhos e shows.

Integrantes: Georgia Hubley, Ira Kaplan, Jamews McNew

10Meat Puppets

O Meat Puppets foi formado pelos irmãos Curt e Cris Kirkwood em 1980 e, durante uma carreira que começou no punk rock mas que incorporou diversos elementos para um som bastante próprio, lançou discos pela lendária gravadora independente SST e influenciou nada mais nada menos do que bandas como Nirvana, Soundgarden, Dinosaur Jr. e Pavement.

Foi através do Nirvana, aliás, que a banda teve sua maior exposição ao mainstream quando Curt e Cris foram convidados para participarem do acústico MTV da banda ao lado de Kurt Cobain e companhia para tocarem “Plateau”, “Oh Me” e “Lake Of Fire”, todas músicas do Meat Puppets.

Integrantes: Curt Kirkwood, Cris Kirkwood e Shandon Sahm

11Sebadoh

Quem também foi influenciado pelo Meat Puppets foi o Sebadoh, trio formado por Lou Barlow do Dinosaur Jr.

O grupo iniciou suas atividades em 1986 e até 1999, lançou nada mais nada menos do que nove discos de estúdio, sendo The Sebadoh o último deles. A banda é considerada uma das pioneiras do lo-fi e ajudou a consolidar o rock alternativo como uma das marcas registradas dos anos 90.

Recentemente Barlow e companhia anunciaram seu primeiro trabalho em 14 anos e irão lançar o LP Defend Yourself em Setembro.

Integrantes: Lou Barlow, Jason Loewenstein e Bob D’Amico

12A-Ha

Fundado em 1982 em Oslo, na Noruega, o A-Ha foi um dos nomes mais importantes dos anos 80 e 90 quando o assunto era música pop com traços de new wave.

Com mega hits como “Take On Me”, a banda vendeu milhões de cópias de seus discos em todo mundo e causou um impacto gigantesco na cultura pop, exportando suas canções não apenas para países vizinhos na Europa mas como outros mercados importantes como os Estados Unidos.

Artistas como Chris Martin, do Coldplay, já disseram que foram muito influenciados pelo trio e seus nove discos de estúdio.

O último deles, aliás, saiu em 2009.

Integrantes: Morten Harket, Magne Furuholmen e Paul Waaktaar-Savoy

13The Lawrence Arms

O Lawrence Arms surgiu em 1999 em Chicago após seus integrantes terem tocado em outras importantes bandas locais como o Slapstick, grupo de ska onde também tocava Dan Andriano, baixista do Alkaline Trio.

Apostando no punk rock e em vocais divididos entre o baixista Brendan Kelly e o guitarrista Chris McCaughan, a banda tratou de gravar cinco discos de estúdio e excursionar para divulgá-los, entrando para o cast de uma das mais influentes gravadoras independentes do rock alternativo, a Fat Wreck Chords.

Integrantes: Brendan Kelly, Chris McCaughan e Neil Hennessy

14Peter Bjorn And John

Da Suécia vem o trio de indie rock Peter Bjorn And John, que carrega os nomes de seus integrantes no nome da banda.

Formado em 1999 o prolífico grupo já conta com seis discos de estúdio na bagagem e em 2006 estourou com o hit “Young Folks”, do disco Writer’s Block.

Integrantes: Peter Morén, Bjorn Yttling e John Eriksson

15Two Door Cinema Club

Foi quando o trio anterior explodiu que o Two Door Cinema Club, também da Europa mas de outro país, a Irlanda do Norte, foi fundado.

O trio lançou o disco de estreia, Tourist History, em 2010, e o trabalho foi extremamente bem recebido por público e crítica, fazendo com que a banda vendesse milhares de cópias do álbum e conseguisse bons lugares em festivais pelo mundo.

Mais recentemente, inclusive, o carismático trio de indie/pós-punk esteve no Lollapalooza Brasil para divulgar seu mais recente álbum, Beacon.

Integrantes: Alex Trimble, Kevin Baird e Sam Halliday

Menção honrosa

16Bee Gees

Você pode não ouvir os discos dos caras, não ter acompanhado a sua carreira e não suportar o seu visual (a gente entende), mas não dá pra não concordar que os irmãos Gibb criaram um estilo único nos anos 70 e 80 e tornaram-se marcas registradas dessas épocas com suas vozes únicas.

Com uma série de grandes hits, os caras deixaram uma marca imensa e extremamente importante na história da música pop mundial.

Integrantes: Barry Gibb, Robin Gibb e Maurice Gibb

15 grandes trios da música – Partes 1 e 2

The Stray CatsHollywood1993

  • 15 grandes trios da música – Parte 1
  • 15 grandes trios da música – Parte 2
Compartilhar