Eddie Vedder no Oscar 2018
Foto: Reprodução / Youtube
 

Eddie Vedder já cravou há muito tempo seu nome na lista dos maiores músicos do mundo. Seu imenso talento como vocalista, letrista e músico, são incontestáveis e seu senso de justiça já o colocou em situações complicadas.

Por isso, ao longo de seus 53 anos, Edward Louis Severson III, ou apenas Eddie Vedder, já alcançou diversas proezas que deixam admirados não só seus fãs, como fãs de boa música no geral.

Nós separamos por aqui uma lista com 10 grandes feitos do cara para homenageá-lo e como você pode ver, ele já fez muita coisa incrível nessa vida.

Divirta-se!

 

10) Eddie Vedder é um dos maiores vocalistas do mundo

A primeira coisa que chama atenção quando pensamos em Vedder é sua voz poderosa e única. Essa é uma das características mais marcantes do Pearl Jam. Seja em baladas mais tranquilas, como “Just Breathe”, ou com os gritos de “Do The Evolution”, a voz potente de Vedder se destaca.

Sua voz é tão marcante que inspirou algumas bandas que vieram após o Pearl Jam. Infelizmente, em sua maioria de forma negativa. Afinal, imitar esse timbre tão único não é fácil. Por via das dúvidas, é melhor deixar para o próprio Vedder comandar o microfone. Sem cópias!

 

9) Eddie Vedder é um contestador

10 proezas de Eddie Vedder

Vedder não é de se contentar fácil. Um dos principais aspectos de sua personalidade são seus questionamentos constantes em relação à indústria da música, entre outras coisas. Quando o Pearl Jam começou a se transformar em uma grande banda, e suas turnês foram aumentando, Vedder, e todo o grupo, iniciou uma guerra contra a Ticketmaster, responsável pela venda dos ingressos dos shows. De acordo com ele, os preços não eram justos, e a empresa estava lucrando em cima dos fãs, que pagavam valores mais altos do que o necessário para acompanhar a banda. O resultado disso foi um longo período nos tribunais, e um boicote a empresa. O Pearl Jam passou a excursionar sem o apoio da Ticketmaster, em uma turnê marcada por problemas.

Outro caso famoso envolvendo Vedder foi o Grammy de 1996. Após ganhar o prêmio de “melhor performance de hard rock”, a banda subiu ao palco e Eddie usou seu tempo no microfone para dizer o que pensava do fato de ganhar um prêmio:

Eu vou falar algo que e típico meu, mas acho que falo em nome de toda a banda. Eu não sei o que isso (o prêmio) significa, mas acho que não significa nada.

 

8) Eddie Vedder tem muitos amigos na música

Nada como ser talentoso, legal, e ter amigos talentosos e legais. O resultado disso são participações inusitadas e ótimas nas músicas dos colegas. Eddie Vedder tem alguns amigos na música de dar inveja a muita gente: Ben Harper, Kings of Leon, Neil Young, Dave Grohl, entre outros.

7) Eddie Vedder e o Temple Of The Dog

10 proezas de Eddie Vedder

Já que falamos da parceria de Eddie Vedder com Chris Cornell, nada mais justo do que falar de Temple Of The Dog, grupo que deu origem ao Pearl Jam. A história é mais ou menos essa: em 1988 Jeff Ament e Stone Gossard, junto com outros músicos, formaram o Mother Love Bone, que tinha como vocalista Andrew Wood. Após algum tempo tocando juntos e começando a atingir o sucesso, Wood faleceu em decorrência de uma overdose. Seus companheiros de banda, acompanhados de seu amigo, Chris Cornell, decidiram montar um grupo para homenageá-lo, o Temple Of The Dog. A eles se juntaram Mike McCready e Matt Cameron, e um jovem Eddie Vedder. Vedder dividiu os vocais com Cornell na música “Hunger Strike” e sua performance foi tão impressionante que ele foi convidado a se juntar aos rapazes (menos Cornell, que tocava com o Soundgarden).

Vedder tinha ouvido falar do Mother Love Bone por meio de um amigo, que mostrou uma fita demo com três músicas da banda. Vedder criou as letras das músicas e mandou o material de volta para Gossard e Ament. Os dois o convidaram para participar de um teste. Ao se impressionarem com sua voz, o convidaram para participar do Temple Of The Dog.

6) Eddie Vedder e o West Memphis Three

10 proezas de Eddie Vedder

Em 1993 a população de West Memphis, no Arkansas, EUA ficou chocada quando três meninos de oito anos foram encontrados mortos. Depois de uma investigação, três garotos, Damien Echols, Jessie Misskelley Jr. e Jason Baldwin foram condenados pelo ocorrido. Acontece que nunca houve provas concretas do envolvimento dos rapazes no ocorrido. Sendo condenados à prisão perpétua e pena de morte, o caso atraiu a atenção de muita gente. Um deles foi Vedder, que se dedicou a apoiar os rapazes e arranjar um meio deles serem inocentados.

Ele ficou envolvido no caso por cerca de 15 anos. Durante esse período, ajudou a levantar fundos para testes de DNA e investigadores particulares. Ele chegou a se encontrar com um dos rapazes, Damian, para conversar sobre o caso. Os meninos foram soltos em 2011, após passar 18 anos presos.

5) Eddie Vedder tem uma excelente carreira solo

10 proezas de Eddie Vedder

Além do sucesso com o Pearl Jam e as colaborações com outras bandas aqui e ali, Vedder dedicou parte de seu tempo a sua carreira solo. Seu primeiro trabalho foi o aclamado Into The Wild, trilha sonora para o filme de mesmo nome, de 2007. Vedder recebeu o filme pronto, e fez as músicas em cima desse material.

Into The Wild foi bem recebido pela crítica e gerou algumas indicações a prêmios para Eddie. Como consequência do lançamento, ele fez uma turnê em 2008 para divulgar o disco.

Em 2011 ele voltou a se aventurar sozinho, dessa vez com o álbum “Ukulele Songs”. Como o próprio nome já diz, Vedder gravou todas as músicas com o ukulele. O disco contou com a participação de Cat Power e Glen Hansard (The Frames). Vedder também fez uma turnê com este trabalho, que durou até Maio de 2012.

4) Eddie Vedder não é fã de videoclipes

10 proezas de Eddie Vedder

A relação que Vedder tem com mídia, público, gravadora e afins hoje é bem amigável. Mas nem sempre foi assim. Quando o grupo explodiu no início dos anos 1990, Vedder não se sentia a vontade lidando com a imprensa, ou divulgando sua imagem.

Prova disso é o fato de que a banda se negou a gravar videoclipes para suas músicas, no começo. Vedder disse na época que os vídeos impediam que as pessoas criassem suas próprias interpretações visuais ao ouvir uma música. Quando gravaram “Alive” por exemplo, eles decidiram apenas mostrar a banda tocando. Vedder falou que eles “não queriam simplesmente dublar algo que tinham acabado de gravar”.

3) Eddie Vedder está há quase 30 anos na mesma banda

10 proezas de Eddie Vedder

Vamos admitir, isso é um feito e tanto. E numa banda que continua na ativa. O Pearl Jam já lançou nove discos de inéditas, além de tantos outros b-sides e faixas bônus, e começou recentemente a trabalhar do décimo disco de estúdio.

Mesmo com algumas pausas ao longo dos anos, o grupo sempre retorna aos palcos e sempre com setlists diferentes. Um show do Pearl Jam nunca é igual ao outro. Isso porque eles têm cerca de 200 músicas ensaiadas e só decidem o que vão tocar minutos antes de entrar no palco.

Além disso, o grupo sempre soube se reinventar e produziu discos diferentes, mas que sempre carregaram sua essência.

E não estamos falando apenas de uma banda que tem 20 anos de carreira. Estamos falando de um dos maiores grupos de rock dos últimos anos que, com exceção do baterista, mantém a formação original desde o começo.

2) Eddie Vedder é fã de esportes

10 proezas de Eddie Vedder

Um dos hobbys favoritos de Vedder é passar horas em cima de uma prancha de surf. O esporte já serviu de inspiração para várias músicas do Peral Jam e ocupa boa parte de seu tempo livre.

Ele também é fã de alguns dos esportes mais tradicionais do EUA como baseball, futebol americano e basquete, sendo torcedor dos times de Chicago. No basquete, acompanha o Chicago Bulls e é muito amigo do ex-jogador do time, Dennis Rodman. Rodman, inclusive, tem uma pequena participação na música “Black, Red, Yellow”, por meio de uma mensagem de voz que deixou para Vedder em sua secretária eletrônica.

Vedder e o Pearl Jam são tão fãs de basquete que a banda incialmente se chamaria Mookie Blaylook, em referência ao jogador. Mas, por conta de direitos autorais, tiveram de mudar o nome quando assinaram com uma gravadora. O primeiro álbum do grupo, Ten, é uma homenagem a camisa 10 do jogador.

1) Eddie Vedder pode se tornar insano no palco

10 proezas de Eddie Vedder

Durante as apresentações do Pearl Jam, Eddie Vedder tende a se empolgar bastante. Já teve ocasião em que ele se pendurou em uma grua e foi levado até a plateia, onde fez um mosh. Vedder faz malabarismo, pula, bate cabelo, dança e se pendura do que tiver pela frente.

Além disso, uma de suas principais companheiras durante as apresentações do Pearl Jam é uma garrafa de vinho. Depois de umas e outras, as chances dele cair com todas essas manobras aumentam. Mas não é nada que impeça ele de continuar com suas acrobacias.

   
 
Compartilhar