Dave Grohl escreve carta de agradecimento pelo Sound City
 

Dave Grohl escreve carta de agradecimento pelo Sound City

Por quase um ano não se tem ouvido falar de outra coisa a não ser o documentário do lendário estúdio Sound City, cujo trailer você viu aqui.

Essa semana, o diretor, Dave Grohl, divulgou uma carta de agradecimento para aqueles que comprarem a versão digital do filme, pelo reconhecimento da importância do estúdio, que fechou as portas no ano passado.

Previsto para estrear no Sundance Festival, que acontece de 17 à 27 de Janeiro, nos Estados Unidos, o documentário conta a história do estúdio e tem depoimentos de músicos como: Josh Homme, Mick Fleetwood, Tom Petty, Lars Ulrich, Krist Novoselic, Alain Johannes, Corey Taylor e outros artistas.

Abaixo você confere a carta de Grohl traduzida:

Olá…

Obrigado por gastar o seu suado dinheiro e comprar o filme direto do nosso site! Estamos felizes! Espero que você o ame tanto quanto nós…

Hummm… Puta merda! Eu fiz um filme!

Eu comecei esse projeto há pouco menos de um ano com um velho amigo meu (Jim Rota, da banda Fireball Ministry). Isso mesmo… apenas eu, meu parceiro de bebidas, e uma ideia louca que deveríamos contar a história do estúdio que amamos há anos, e nossa dor no coração de quando o mesmo fechou. Ela se tornou em algo verdadeiramente épico! Eu não acho que pensávamos que nosso pequeno projeto se tornaria o que é hoje. Como todas as melhores coisas da vida, apenas… aconteceu.

Desde o primeiro dia, foi a experiência mais incrível da minha vida. Eu juro. Sentar com o Neil Young falando sobre guitarras de gravação, John Fogerty contando o dia que ele decidiu se tornar músico, Stevie Nicks sobre a história de como ele entrou no Fleetwood Mac, Trent Reznor me ensinando sobre computadores e o mundo da tecnologia etc… você consegue imaginar? Tudo que eu tinha que fazer era escutar… sou o cara mais sortudo da terra.

E ainda sendo um filme completamente independente, ninguém nos disse como nem o que fazer! Eu e um grupo de 20 pessoas fizemos isso do nosso jeito. Parecia uma festa com uma câmera. Nós temos que contar a história do lugar que nós adoramos. Queríamos fazer justiça. E acho que nós fizemos.

Mas, Sound City é apenas um parte da história…

O que acontece quando quatro pessoas entram no estúdio, ligam a aparelhagem e fazem com que os pelos do pescoço se arrepiem? O que acontece naqueles momentos quando você ouvi alguma coisa e, imediatamente, te pega, e você se sente… entende? O que vai inspirar a próxima geração a querer fazer o que eu fiz quando era um pequeno punk crescendo em Springfiel, Virginia? Aquele sentimento de “espera, também posso fazer isso…”

É disso que eu estou falando. Essa ligação humana. Esse som humano…. que não é perfeito… mas é muito bom.

Eu realmente sinto que Sound City é o trabalho mais importante da minha vida. E espero que vocês sintam o mesmo.

Estou empolgado para que vocês comecem a assisti-lo! Mostrá-lo para os seus amigos. Se reunirem, começarem uma banda, soar como merda, e mudar o mundo. Faça isso!

Obrigado, obrigado, obrigado…… Dave