Radiohead

Radiohead

Mais que uma coletânea de faixas coincidentemente gravadas durante um determinado período de tempo, Ok Computer (1997), o terceiro álbum do Radiohead, é um disco meticulosamente estruturado que leva o ouvinte da euforia extrema à solidão intimista de forma suave, magistralmente conduzida. E essa jornada toda começa com a incrível “Airbag”.

Do suspense inicial à contagem eletrônica que precede “Paranoid Android”, passando pelo refrão grandioso – tudo isso costurado por uma fenomenal linha de baixo intermitente – “Airbag” apresenta Ok Computer perfeitamente, e ainda hoje é presença frequente nos setlists do grupo ao redor do planeta.

Em entrevista à revista Guitar World em 2008, o guitarrista Ed O’Brien revelou que “Airbag” surgiu como uma tentativa fracassada de recriar a sonoridade apresentada pelo DJ Shadow em Endtroducing…, álbum de estreia do DJ lançado um ano antes.

“‘Airbag’ foi uma tentativa de fazer algo como o DJ Shadow – mas não estudamos o suficiente antes de tentar tocar esse tipo de música, então não conseguimos atingir o que queríamos”, explicou O’Brien. “Mas no meio do caminho, achamos algo só nosso”.

É evidente a semelhança entre “Airbag” e “Changeling”, quarta faixa de Endtroducing…. Clique aqui para ouvir a faixa, e repare na batida sampleada de “Motherload” do Soft Shell e no baixo-que-aparece-e-desaparece, a partir de 01’20”.

Engraçado é que a similaridade entre “Airbag” e “Changeling” explica em parte o motivo de o Radiohead ainda ser um dos grupos mais influentes do planeta: nunca satisfeitos com o que já conquistaram, os ingleses se desafiam constantemente, e encontram a originalidade mesmo quando tentam soar como os outros.