blink-182: 20 anos em 20 momentos!
 

Acidente de Travis Barker

No dia 19 de setembro 2008, Travis Barker se envolveu em um acidente de avião que quase tirou sua vida. Ele estava a bordo do jato particular Learjet 60 que pegou fogo enquanto deixava o aeroporto da cidade de Columbia, na Carolina do Sul.

Travis e DJ AM (Adam Goldstein), músico e amigo íntimo do baterista, foram os únicos sobreviventes do acidente que deixou quatro mortos: a piloto Sarah Lemmon, o co-piloto James Bland, o segurança Charles Still e o assistente Chris Baker. Os dois tinham acabado de se apresentar em um evento com Perry Farrell (Jane’s Addiction) e Gavin DeGraw.

O acidente ocorreu durante a decolagem. Controladores de vôo relataram a ocorrência de faíscas na aeronave, que, logo depois, saiu da pista e se chocou contra uma cerca, pegando fogo e parando perto de uma rodovia.

Uma testemunha disse ter visto uma “bola de fogo” cruzando a estrada perto do aeroporto e percebeu em seguida que se tratava de um avião. Dois homens saíram da aeronave e estavam pegando fogo. Um batia no outro e tentava apagar as chamas. Travis e DJ AM chegaram ao hospital com graves queimaduras de segundo e terceiro grau no corpo. Barker sofreu queimaduras da cintura para baixo, enquanto Adam sofreu queimaduras faciais. O baterista deixou o hospital após ficar internado por nove dias.

Depois de anos sem contato com Travis, Tom DeLonge finalmente voltou a falar com seu antigo companheiro de banda. Segundo ele, o acidente de Travis “o deixou sem palavras” e disse também que “não importa o que tenha acontecido entre eles no passado, nada disso importa quando alguém acaba se machucando”.

Tom, Mark e Travis começaram a se aproximar novamente. Passaram algum tempo juntos e, consequentemente, deixaram os fãs do blink-182 alegres e esperançosos. Travis, em uma entrevista ao site TMZ.com, desmentiu os boatos de um possível retorno do trio. Porém Mark disse para a MTV dos EUA que não descartava a possibilidade de uma reunião da banda.