Ugly Kid Joe vem ao Brasil
 

Ugly Kid Joe vem ao Brasil

A banda de hard rock Ugly Kid Joe, foi uma das que fez um sucesso tremendo no início dos anos 90, principalmente devido a hits como “Everything About You”.

Depois de um hiato que durou de 1997 até 2010, a banda está de volta à ativa e irá fazer uma série de shows pelo Brasil agora em Agosto.

Aproveitamos a oportunidade para conversar com o vocalista Whitfield Crane a respeito da banda, dos shows por aqui, discos de vinil e mais.

Confira!

TMDQA!: Como os fãs estão reagindo ao som da banda, especialmente os mais jovens, já que eles não tiveram a oportunidade de estarem lá quando vocês lançaram seus primeiros discos?
Whitfield: A reação tem sido maravilhosa. Nós tocamos para 60 mil pessoas na Inglaterra no Download Festival para fãs novos e antigos. Momentos empolgantes, sem dúvida.

TMDQA!: Seus setlists têm sido feitos em sua maioria por músicas antigas e outras do novo EP. Muitas fãs brasileiros gostariam que vocês tocassem músicas de “Stairway To Hell” e a velha cover de “N.I.B.” do Black Sabbath? Isso é possível?
Whitfield: Tudo é possível. Nós iremos tocar músicas do America’s Least Wanted, Menace to Sobriety, Motel California e é claro, o novo EP de 6 faixas Stairway To Hell, que é 5.94 dólares de pura maldade.

TMDQA!: No Hollywood Rock Brasil em 1994 vocês dividiram o palco com bandas como Live, Aerosmith e Robert Plant. O que você se lembra desse show?
Whitfield: Eu me lembro que era meu aniversário de 26 anos e a maior platéia que eu já tinha visto na minha vida. Fizemos dois shows, um em São Paulo e outro no Rio. Até hoje, ainda falamos sobre a incrível energia dos fãs brasileiros.

TMDQA!: A indústria da música mudou muito desde que vocês começaram suas carreiras. O que você acha desse novo panorama com Internet, MP3, streamings, etc? Eles são melhores ou piores para o artista?
Whitfield: Eu fico feliz com essa mudança. A indústria que existia não existe mais. Hoje várias portas foram abertas. Pense nos famosos filmes de velho-oeste. Como Clint Eastwoord em The Good, The Bad and The Ugly. O Velho Oeste está lá fora, e isso é uma coisa boa.

TMDQA!: O que você acha da volta dos discos de vinil? Vocês gostam do formato?
Whitfield: Absolutamente. Nós amamos o vinil pelo seu “calor” e manuseabilidade. E não há nada como comprar um novo disco e imaginar se as letras e as fotos estarão lá dentro. E há também a vantagem de uma arte de capa enorme que vem com o álbum. Até hoje eu penduro meus discos na parede como verdadeiras obras de arte. Essa é a verdade.

TMDQA!: Você tem mais discos que amigos?
Whitfield: Eu tenho mais amigos que discos.

Veja o serviço de cada um dos shows logo abaixo:

 

  • São Paulo
  • 10 de agosto
  • Local: Santana Hall (Avenida Cruzeiro do Sul, 2737)
  • Preço: R$120 (primeiro lote), R$140 (segundo lote) – www.entreseven.com.br

 

  • Porto Alegre
  • 12 de agosto
  • Local: Bar Opinião (R: José do Patrocínio, 834)
  • Preço: R$80 (primeiro lote) R$100 (segundo lote), R$120 (terceiro lote), R$140 (quarto lote) – www.opiniaoingressos.com.br