Jornalistas canadenses fazem protesto contra o Nickelback

Depois de uma ausência de quinze anos, a liga norte-americana de hóquei no gelo (NHL) vai voltar a sediar jogos em Winnipeg, no Canadá. Para marcar o retorno, os também canadenses do Nickelback foram convidados para tocar no evento, marcado para o dia 09 de outubro.

Mas Rob Williams e Bartley Kives, críticos locais de música não gostaram da ideia. Em protesto à participação da banda, os dois prepararam um manifesto divulgado à imprensa contra a performance do Nickelback.

“Como pessoas que amam música e amam Winnipeg ainda mais, nós temos um pedido: por favor não deixem que isto aconteça”, segue o manifesto, direcionado à NHL e ao diretor Gary Bettman. “O retorno da liga a Winnipeg é algo com o qual temos sonhado nos últimos 15 anos (…) Por favor, ‘Pessoa-Responsável-Pela-Produção-do-Evento’, não traga o Nickelback para a cidade. Eles podem continuar tocando em arenas para os fãs deles – que são muitos – mas uma performance pública de graça?”, questionaram.

E as críticas não param por aí: “O Nickelback processou o pós-grunge do fim dos anos 1990 – já velho naquela época – em algo ainda mais genérico. Eles são o equivalente musical de um pão com margarina.”

O manifesto na íntegra (em inglês) pode ser lido aqui.

 
Compartilhar