youtube-logo

E por incrível que pareça, o Youtube realmente terá que pagar ao ECAD um porcentagem de seus lucros para poder continuar a exibir vídeos que contém direitos autorais no Brasil. Segundo o site Techlider, 2,5% da receita bruta anual do Youtube deverá ser repassado para o ECAD.

Em teoria, o dinheiro pago pelo Youtube deve ser repassado para os artistas que tiveram suas músicas exibidas pelo site, de maneira proporcional às suas exibições. Assim, vídeos como o da Banda Mais Bonita da Cidade (com 5.601.568 visualisações até o momento) teriam, teoricamente, que receber uma boa fatia desses 2,5%.

Foi ainda estabelecido um valor mínimo de 258 mil reais, caso a porcentagem a ser paga anualmente pelo Youtube não atinja esse valor.

O Brasil nada em impostos, todas as modalidades de nado imagináveis. Seria perfeito se todos realmente fossem 100% usados ao que se destinam. Com certeza seríamos um país com problemas muito mais atenuados.

Para saber mais, clique aqui.