EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone
 

EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone

Na Record Store Day deste ano saiu uma série chamada “Side By Side”. Do lado A tinha a versão original, e no lado B, vinha outra banda fazendo cover da mesma música. O EP “Don’t Want To Know If You Are Lonely” chamou a atenção de muita gente. De um lado, o criador: Hüsker Du e do outro a criatura: Green Day. O 7” em vinil laranja fabricando na Holanda atiçou muitos fãs de ambas as bandas e foram os poucos os sortudos que conseguiram uma das mil cópias.

(Clique nas fotos para ver ampliadas)

EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone

Não faria muito sentido fazer uma resenha de um split como este. É mais interessante contar um pouco da relação entre o Hüsker Dü e o Green Day. Bandas que surgiram em épocas diferentes e tiveram histórias diferentes, mas uma foi fundamental para a existência da outra.

EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone

Vindo de Mineapolis, o Hüsker Dü começou durante os anos 80 como uma banda de Hardcore. Com o tempo o trio formado pelo guitarrista Bob Mould, o baterista Grant Hart e o baixista Greg Norton, acabou migrando o Rock Alternativo, com pitadas de Rock Progressivo. Eles influenciaram muita gente importante dos anos 90. Kurt Cobain foi um deles.

Ainda como uma banda independente, em 1984 a banda lança o disco conceitual “Zen Arcade”. Ele é considerado o primeiro álbum duplo do Hardcore. A história de um garoto que foge de casa em busca de um mundo real, e acaba recebendo o impacto da cruel realidade ajudou a fixar o nome deles na cena underground americana.

Em 1986, eles lançaram “Candy Apple Grey”, quinto disco da banda e o primeiro por uma grande gravadora. Nele estava um dos principais sucessos do trio: “Don’t Want To Know If You Are Lonely”. A música ganhou clipe e foi bastante exibido na MTV norte-americana, além de ser bastante executado nas rádios rock do país.

A genialidade dos compositores Mould e Hart começou a criar atrito entre eles. Os dois brigavam bastante na hora de decidir quais músicas entrariam nos discos. O último disco da banda, “Warehouse: Songs and Stories” de 1987, foi um reflexo disso. Um álbum duplo com bastante espaço para as composições dos dois.

Mas o desgaste entre eles já tão grande que a última tour do Hüsker Du, o trio se limitava apenas em tocar o disco recem-lançado do inicio ao fim, sem pausas ou conversas com o público. Sendo assim: em 17 de Dezembro de 1987, a banda encerrou suas atividades.

EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone

No mesmo ano em que Hüsker Dü acabou; outros três garotos de Oakland, na Califórnia criaram o Sweet Children, que depois passou a se chamar Green Day. Billie Joe Armstrong sempre disse que, junto com The Replacements, o trio de Mineapolis sempre foi uma das principais influências do trio verde quando eles começaram a tocar.

A primeira prova deste amor ao Hüsker Du foi em 2000. O Green Day gravou “Don’t Wanna Know If You Are Lonely” para o programa “Influences” da MTV gringa. Depois a música foi lançada como lado B de uma versão estendida do álbum “Warning”.

Ultimamente, mesmo que as influências não estejam tão explicitas, muitos críticos dizem que “American Idiot” e “21st Century Breakdown” carrega um pouco de “Zen Arcade”. O fato de contar a história de um personagem que esta aprendendo a enfrentar o mundo real esta presente nos três álbuns.

Talvez se Billie Joe não tivesse ouvido o “Zen Arcade” ou qualquer outro disco com as composições de Bob Mould e Grant Hart, o Green Day não existiria para dar uma continuação ao legado do Hüsker Dü. E nem este split existiria.

EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone EP Hüsker Dü/Green Day - Don't Want To Know If You're Alone