Assista a vídeos do Screeching Weasel em festival no Canadá
 

Membros do Screeching Weasel deixam a banda

Parece que a confusão no show do Screeching Weasel no festival SXSW esta rendendo. Em nota no site oficial, os integrantes da banda que acompanha Ben Weasel anunciaram sua saída.

Na carta assinada por Dan Schafer, Adam Cargin, Justin Perkins e Drew Fredrichsen, eles dizem estar deixando o Screeching Weasel, pois consideram as atitudes do vocalista vergonhosa e constrangedora; e que não seriam capazes de se apresentar novamente ao lado de Ben. Os músicos ressaltaram que a atitude do vocalista não representa o ponto de vista deles.

As reações aos atos de Ben Weasel não terminaram por aí. O Teenage Bottlerocket postou um nota no Facebook falando por que não irá participar do Weaselfest, festival organizado pelo Ben Weasel. A banda se desculpou com os fãs que gostariam de ver a apresentação deles e deixou claro o descontentamento com as atitudes do vocalista do Screeching Weasel.

“De qualquer forma, Ben estava irritado, o que é seu direito, mas ele agrediu fisicamente duas mulheres. Nós simplesmente não podemos tolerar isto de ninguém”, comentou o quarteto.

Eles ainda fizeram algumas críticas a forma como Weasel trata seus agentes, seu relacionamento com as gravadoras, etc. Para ler a nota na íntegra, clique aqui.

Joe Queer, líder do The Queers, saiu em defesa do vocalista do Screeching Weasel, dizendo que nem todo vocalista de Punk Rock tem sangue frio para aguentar ofensas dos fãs, mesmo que fosse uma garota. Ele disse que o amigo está há  muito tempo na cena e nunca havia participado de uma confusão como esta.

No final, Joe aproveitou para criticar Fat Mike, baixista do NOFX e dono da Fat Wreck Chords. Ele o chamou de rico bastardo que não liga para os seus fãs, que estaria abandonando Weasel. E claro, xingou todas as bandas que cancelaram a participação no Weaselfest.

Vale lembrar que a Fat Wreck Chords está lançando o disco “First World Manifesto” do Screeching Weasel. Veja o comentário de Joe Queer aqui.

Pelo jeito, este assunto ainda vai longe.