Ben Weasel se desculpa após confusão no SXSW
 

Ben Weasel se desculpa após confusão no SXSW

Ben Weasel, o líder da banda de pop punk Screeching Weasel, arrumou uma imensa confusão durante a apresentação da banda no festival SXSW, quando bateu em uma mulher da plateia e ainda na dona da casa de shows.

Passado o vexame e o momento de pura fúria, Weasel publicou um pedido de desculpas pelo que o que aconteceu:

Eu quero me desculpar tanto com a dona do clube quanto com a garota na plateia, que foram envolvidas nas minhas ações durante nosso show na sexta-feira à noite, no SXSW. Embora suas ações estivessem fora do meu controle, minha reação de arrependimento é minha total responsabilidade.
O que quer que sejam meus sentimentos sobre os fãs que passam dos limites como ocorreu dessa vez, eu gostaria de poder voltar no tempo e lidar com eles com o mesmo espírito que eu fiz nos últimos 60 minutos. Como não posso, um pedido de desculpas é tudo o que tenho e espero sinceramente que essas pessoas o aceitem.
Quero dizer que estou arrependido pela fã e quaisquer outras pessoas envolvidas.
Como marido, pai e músico em um palco público, eu entendo que é meu dever sempre assumir a responsabilidade por minhas ações de forma socialmente aceitável, e especialmente de cara com um confronto.
Quero pedir desculpas aos nossos fãs de São Antonio, também, por termos precisado cancelar o show. Espero que possamos fazê-lo. Eu, obviamente, já conversei com a minha banda sobre isso, mas eu também quero pedir desculpas publicamente por colocá-los em uma posição ruim, assim como meu empresário, meu agente de shows, minha gravadora e as bandas de apoio. Minhas ações foram pouco profissionais e injustas para com as pessoas com quem trabalho.

A dor de cabeça de Ben Weasel não ficou por aí. As bandas The Soviettes, Chinese Telephones e Teenage Bottlerocket, cancelaram suas apresentações no Weasel Fest, que acontece nos dias 27, 28 e 29 de maio, em Chicago.

Em tempo, o Screeching Weasel lançou neste mês o seu primeiro álbum de estúdio em 11 anos, “First World Manifesto“. Leia todos os detalhes aqui.