Porto Musical 2011
 

Porto Musical 2011

De 23 a 26 de fevereiro de 2011 a cidade de Recife vai sediar, mais uma vez, o Porto Musical. Esta será a 5ª edição da convenção que vai reunir representantes de selos, gravadoras, sites, promotores e agentes musicais, festivais e instituições culturais, além de público interessado e ligado nas novas tendências do mercado da música. As chamadas conferências são divididas em três plataformas: “Go International!”, que aborda temas ligados à exportação de música brasileira; “Go Brazil!”, que mostra os rumos do mercado para quem pretende lançar artistas no Brasil e “Go Digital!”, que debate a interação cada vez maior entre música e tecnologia.

O objetivo do Porto Musical é estimular a criação de redes de profissionais, trocar informações e conhecimento, fazer contatos e gerar negócios. E ao final de cada dia de conferências, a convenção apresenta showcases e sets de DJs abertos ao público de artistas brasileiros interessados no mercado internacional. O evento é executado pela Astronave e Fina Produção em cooperação com a WOMEX – “uma das maiores convenções de música do mundo” – e Porto Digital, organização social do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação com mais de 100 empresas incubadas no Bairro do Recife.

Este ano o Porto Musical recebe os conferencistas no Centro Cultural dos Correios nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro. Dentre os palestrantes e temas abordados na convenção pode-se citar:

  • Mario Sartorello da Associação das Rádios Públicas do Brasil;
  • Johannes Theurer da European Broadcasting Union;
  • Representantes do Toque no Brasil;
  • Uma conferência sobre a história da Rozemblit, primeira gravadora de discos fora do eixo Rio-São Paulo fundada em Recife na década de 50;
  • Silvio Meira, presidente do conselho administrativo do Porto Digital (parceiro do Porto Musical) e cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar);
  • Charles Gavin, ex-Titãs, que vai falar sobre o resgate de cds e discos de vinil fora de catálogo;
  • Ale Youssef, fundador do site Overmundo e do Studio SP;
  • Makoto Kubota, produtor japonês com mais de 30 anos de carreira;
  • A palestra “Break on Through (To the Other Side): Os desafios do mercado do Reino Unido/Europeu para artistas brasileiros emergentes” com Bryn Ormrod, Produtor Criativo na Contemporary Music do Barbican Center em Londres.

Após essas e outras palestras haverá no final de cada dia showcases com artistas nacionais e internacionais. Pernambuco está representado pelas bandas Fim de Feira, Pouca Chinfra e Catarina Dee Jah. De São Paulo vem a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, DJ Tudo e Sua Gente de Todo Lugar e a Luisa Maita. Do Rio de Janeiro vem o Do Amor e da Bahia o Lucas Santtana. O Rémy Kolpa Kopoul, ou DJ RKK, vem da França. Da Alemanha vem o DJ Kosta Kostov com um set baseado “no som oriundo dos Balcãs e da rootsy cigana, preenchido pelo som agradável do dub e ragga, além do funk e breaks, indo até o techno e electro”. E finalizando o último dia da convenção, quem toca é o DJ Acidophilus da GlobeSonic Sound System de Nova Iorque. No dia 23 o evento abre com o show do Wassab, Treminhão e o DJ 440, três artistas de Pernambuco.

Para conferir a programação completa do 5º Porto Musical basta clicar aqui. Para conhecer um pouco mais sobre cada palestrante clique aqui. E para conhecer um pouco sobre os artistas que se apresentam na convenção clique aqui.

Quem quiser participar do Porto Musical basta se inscrever através deste link aqui. Além de conferir todas essas palestras e showcases os inscritos poderão conhecer uma das maiores festas populares do Brasil, o Carnaval. A convenção acontece uma semana antes das festividades. Em Pernambuco, o carnaval é uma ótima oportunidade para conhecer a cultura do estado.