Reffer volta aos palcos no Hangar 110
 

Reffer volta aos palcos no Hangar 110

Como você viu aqui no TMDQA!, o Reffer, um dos maiores nomes da história do hardcore brasileiro está de volta e irá tocar no Hangar 110 dia 29 de Janeiro após longos anos de hiato.
E se a volta não é o suficiente, o show ainda será gravado para compor um DVD a ser lançado pela Ideal Records.

Fizemos uma entrevista exclusiva com Phil, guitarrista/vocal da banda, a primeira desde o retorno dos caras.
Confira em primeira mão o que o Reffer tem a dizer sobre a volta aos palcos, DVD, futuro da banda e muito mais:

TMDQA!: Antes de tudo, parabéns pelo retorno da banda aos palcos, tenho certeza que muita gente irá ficar feliz com a volta do Reffer.
Como estão os preparativos para esse show e qual é a expectativa dos integrantes quanto à reação do público?
Phil: Nós estamos muito empolgados!
É uma volta ao palco depois de 8 anos que a banda acabou, então estamos ensaiando bastante ultimamente.
Creio que esse reencontro com o público terá muita energia, pois ao longo desses anos sentimos todo o carinho e a vontade em cada um deles em querer assistir um show da banda algum dia. A expectativa é grande.

TMDQA!: Como surgiu a ideia de reunir a banda para tocar e gravar esse show?
Phil: Ao longo dos últimos 4 anos eu começei a remasterizar todo o material que tinha guardado em casa.
Muitas caixas velhas com fitas de shows em VHS, HI-8, cassetes de ensaios, muitas fotos…
Ou preservava aquilo da melhor forma ou estava perdido pra sempre. Daí começou uma idéia de compilar tudo isso num DVD pra registrar. E assistir cada show tosco, ouvir todo material da época realmente mexeu comigo.
A vontade de reunir a banda para um show nasceu dessa nostalgia. Mas os integrantes estavam cada um em um momento bem diferente da vida e ficou muito difícil nos juntarmos novamente. Até que uma conversa com o Felipe da Ideal Records, que abraçou a idéia de lançar o DVD e finalizar o projeto, me animou a remontar a banda e finalmente marcar o show.
Vamos gravar tudo ao longo dessa reunião para completar o material e lançar em breve um full length.

TMDQA!: O Reffer foi uma das primeiras grandes bandas de hardcore do país, influenciou grandes nomes que vieram após sua existência e ganhou um status de cult na cena, com a idolatria de muita gente que gosta do estilo. Como vocês lidaram com isso e principalmente com o fim da banda, já que durante todos esses anos vocês devem ter ouvido a frase “volta Reffer” no mínimo uma centena de vezes.
Phil: Acho que é de uma forma positiva a questão do público comentar sobre a volta ativa da banda.
Penso que se não tivéssemos acabado até poderia não aconteçer de um rapaz gritar “volta reffer” na sua orelha, hahaha, realmente existe alguma magia nisso.
Mas esse tipo de comentário sempre me deixou muito lisonjeado e feliz por um trabalho que fiz no passado, não me incomoda em nada.

TMDQA!: Como vocês prepararam o setlist desse show de retorno? O que os fãs que forem ao evento podem esperar?
Phil: As músicas do set list reunem todas as fases da banda, todo material que já foi lançado em demo tape, cd, split e coletâneas.
Serão gravadas imagens e o áudio desse show para incluir no DVD. O público pode esperar os dentes bem afiados do Reffer.

TMDQA!: Vocês têm a intenção de voltar com a banda em “tempo integral” após esse encontro? Fazer turnê, gravar discos, etc ou a ideia é fazer apenas um show?
Phil:  Não temos essa intenção de voltar com a banda mas vamos lançar um DVD em breve.
Queremos apenas celebrar esse momento num curto período de tempo, dividir o palco juntos novamente, tocar as velhas músicas enferrujadas e dar de presente uma noite especial a quem nunca conseguiu assistir a banda ao vivo.
Estamos preparando o show para algumas cidades além de São Paulo. Belo Horizonte nunca poderia ficar de fora, é claro, mas também algumas capitais do sudeste, sul e possivelmente pela primeira vez no norte e nordeste.

TMDQA!: Desde que a banda terminou, muita coisa mudou na cena, principalmente por causa do alcance da Internet e das milhares de ferramentas que ela proporciona para divulgar o trabalho. O lado bom é mostrar sua arte para muito mais gente, o lado ruim é que isso matou as vendas de discos das bandas independentes. Como você vê a cena hoje e o que mais sente de mudança em relação aos tempos áureos do Reffer?
Phil: A cena hoje está bem mais estruturada do que antes. Hoje em dia ser músico no Brasil está menos difícil.
Você tem acesso a bons estúdios de ensaio e gravação, instrumentos e equipamentos musicais, cursos, casas de shows e sobretudo a internet como forma de divulgação cada dia mais popular.
Você pode gravar o seu próprio clipe, o seu disco e divulgar no mundo inteiro, até hoje me impressiona isso.
Um Easy Do It Yourself! Mas nem sempre o que é mais fácil tem mais conteúdo, mais valor.
Tivemos a chançe de passar por toda uma transição tecnológica de mídia e logística de divulgação que rolou desde o começo dos anos 90.
Os Flyers, fanzines, cartas foram tomados por rápidos clicks no teclado. Os LPs, CDs e demo tapes foram tomados pelos ácidos MP3, as vendas da cds da banquinha corrompidas por downloads que muitas vezes nem são escutados. Existe um consumo sonoro e visual prático demais.
Não acho que as bandas de hoje sejam tão melhores do que as de 15 anos atrás, mas elas tem tudo o que sempre sonhávamos.

TMDQA!: Pode adiantar alguma exclusividade ou dar alguma dica sobre algo que veremos no show de reunião da banda para que os fãs fiquem ainda mais ansiosos?
Phil:  Como já adiantei o show estará sendo gravado, alguns detalhes visuais e musicais estão sendo aprimorados.
Também estamos com uma formação nova. Quem assumiu as baquetas foi o nosso grande amigo Thiago Babalú.
O Ian Dolabella voltou ao posto na segunda guitarra e o restante é da formação original mesmo.
Uma nova remessa de merchandise está sendo produzida e terão algumas peças exclusivas pra esse primeiro show.

TMDQA!: Muito obrigado pela entrevista, e por último, deixe um recado para todos que gostam da banda e que terão a oportunidade de vê-los novamente ao vivo.
Phil: Eu que agradeço o espaço. Muito obrigado mesmo!
Espero rever muitos amigos nessa noite especial, cantar e pular junto com as pessoas que tanto nos pediram por essa oportunidade,
e também agradeçer por toda a motivação que sempre nos deram.
Um abraço.

     
 
Compartilhar