Quais foram os melhores álbuns e músicas de 2010? Parte 2

25 artistas elegem seus melhores álbuns e músicas de 2010

25 artistas elegem seus melhores álbuns e músicas de 2010

Fim de ano chegando e muitas listas sobre o que aconteceu começam a serem feitas. No mundo da música não pode faltar. As de melhores álbuns e música são as que mais aparecem. Tanto que até os próprios músicos arriscam a citar bandas que se encaixam nessas categorias.

A Spin.com ouviu 25 artistas os quais citaram seu álbum e música favoritos deste ano que está acabando. Dentre os que deram suas opiniões estão Hayley Williams do Paramore, Robyn, Rivers Cuomo do Weezer, Joe Trohman do The Damned Things, entre outros. Confira abaixo as opiniões:

  • Nathan Williams, fundador do Wavves, escolheu como melhor álbum o “Pilot Talk” do Curren$y. Shante Anthony Franklin é um rapper da Lousiana e nos palcos é conhecido como Curren$y. Ele participou de uma mixtape do Lil Wayne e agora faz parte da Def Jam Recordings. Segundo Nathan, Curren$y fala sobre coisas interessantes e não tenta ser quem não é. A maioria de suas letras são sobre sua vida, jogar video game, fumar maconha e sair com os amigos.
  • O frontman do Passion Pit, Michael Angelakos, escolheu o “Go” do Jónsi. Ele leu que este álbum era um disco intimista e acústico porém ele superou minhas expectativas e para mim é um álbum alegre e angelical. A maior parte da discografia do Sigur Rós é sombria porém ao ouvir o Jónsi você pode se divertir muito. Sempre que Michael o ouve ele quer tocar na banda. E a sua música preferida é a “On a Good Day” da Joanna Newsom. Michael pede apenas que as pessoas leiam a letra e vejam como Joanna conta a história com grandes versos. É uma música pop perfeita.
  • Greg Gillies do Girl Talk escolheu a música “Hard in da Paint” do Waka Flocka Flames. “Com todos esses raps pesados que foram lançados este ano, este é, provavelmente, o mais pesado de todos”, comentou Greg. É muito diferente do rap de cinco anos atrás. Já seu álbum favorito é o “Sir Lucious Left Foot: The Son of Chico Dusty” do rapper Big Boi. Gillies diz que Big Boi está acima de muitos artistas com sua maneira de contar histórias. Ele ainda diz que esse álbum faz com que todos queiram estar em um grupo de hip-hop.
  • Noah Beresin, da dupla Chiddy Bang, escolheu o “Friday Night Lights” do J. Cole. Esta é a mixtape mais incrível do J. Cole, segundo Noah. Faz ele lembrar do álbum “Illmatic” do rapper Nas. E sua música favorita deste ano é a “Rose Red” do rapper Meek Mill. Esta música retrata bem as coisas das ruas, retrata bem a Filadélfia, estado do Meek Mill. Noah diz que ele escreve coisas que você não percebe em outras letras de outros cantores. Ele não ficou preso ao estilo gangsta dos rappers deste ano.
  • Corin Tucker, mais conhecida por seu trabalho com a banda Sleater-Kinney, escolheu apenas o melhor álbum que foi o “On the Ones and Threes” do Versus, banda indie dos Estados Unidos do início da década de 90. Corin relata que a banda não lançava nada a pelo meno 10 anos e este álbum é um dos mais elegantes com letras definitivamente lindas. Para ela, o Versus é uma banda de rock porém com lindas harmonias como se fosse uma banda de igreja. É uma mistura de Beatles com Velvet Underground.
  • Joe Trohman do The Damned Things escolheu a música “Everlasting Light” do The Black Keys por se tratar de uma música muito bem produzida, com muito amor, muito groove e cativante. Já o álbum “Wilderness Heart” do Black Moutain é o preferido para o Joe. É um álbum com um som de rock clássico com muitas referências de bandas como Led Zeppelin e Black Sabbath. Cada álbum do Black Moutain é melhor do que o anterior.
  • Victoria Legrand da dupla Beach House escolheu apenas o álbum. “Twin-Hand Movement” do Lower Dens é um disco que mereceu a espera para ser lançado. Victoria diz que é um daqueles álbuns que deve ser ouvido uma vez atrás da outra sem parar. Ele fez com que ela se apaixonasse como uma adolescente. Apenas ouça-o!
  • O outro membro do Beach House, Alex Scally, escolheu música e álbum. Também do Lower Dens é a música favorita do Alex. “I Get Nervous” é uma música perfeita de amor. Simples, mas da melhor maneira. Já o álbum é o “Before Today” da séria Haunted Graffiti do Ariel Pink. Ariel é um cantor de Los Angeles associado à cena do freak folk. Para Alex o álbum consegue explicar as especificidades e confusões dos sentimentos sem simplificá-los. Poucos artistas conseguem fazer isso, segundo Alex.
  • Rivers Cuomo, do Weezer, escolheu um álbum de 1966 como o melhor de 2010. “Pet Sounds” do Beach Boys. Ele diz que o álbum não é deste ano mas explica que em 2010 ele não ouviu outra coisa que não os Beach Boys. “É perfeito”, Rivers resume.

 
 Deslize a tela para baixo e continue lendo as notícias do TMDQA automaticamente! 

Comentários