Resenha de show do Hateen com abertura do Califaliza em Florianópolis

Cartaz Hateen e Califaliza em Florianopolis
 

Cartaz Hateen e Califaliza em Florianopolis

Demorou mas está aqui!

No último dia 04 aconteceu aqui em Florianópolis show com o ótimo Hateen, contando com a abertura da local e também ótima Califaliza.

Era de se esperar que em uma Quinta-feira e em Florianópolis a casa não estivesse lotada, e foi o que aconteceu no Vecchio Giorgio, que contou com um público médio que foi chegando à frente do palco à medida que se aproximava o show da atração principal da noite.

De qualquer maneira foi uma noite agradabilíssima de rock muito competente desde o show da Califaliza até o Hateen. Leia abaixo as minhas impressões.

Califaliza

Hateen e Califaliza em Florianópolis

Misture KISS, Ramones e Iron Maiden e coloque uma pitada de hardcore ao melhor estilo NOFX na parada.
Com uma série de referências dessa qualidade era de se esperar que o som dos caras fosse dos melhores, e isso ficou provado no show.

O quarteto de Florianópolis Califaliza subiu ao palco e destilou seus rockões em Português de forma muito competente, passando a impressão de que estavam muito bem ensaiados e em sintonia, abrindo espaço para os gritos do vocalista Guilherme, as poses do Guitarrista Kadu e do baixista Chris e até o baterista Johnny tocando bateria de pé vez ou outra.

Músicas como “Só O Começo” e “A Partir Daqui” chamaram a atenção, sendo que essa última conta com a participação de Teco Martins, vocalista do Rancore na versão de estúdio do EP da banda que será lançado em breve.

O Califaliza vai colhendo os frutos de se empenhar no que faz e acreditar no rock, e se continuar desse jeito terá longa vida no cenário brasileiro.


Myspace Band Player Generator

Hateen e Califaliza em Florianópolis Hateen e Califaliza em Florianópolis

Hateen e Califaliza em Florianópolis

Hateen

Hateen em Florianópolis

O Hateen subiu ao palco para fazer o penúltimo show da turnê pelo Sul do país, e os integrantes da banda estavam visivelmente cansados pelo tempo fora de casa, principalmente o vocalista Koala, que algumas vezes pediu desculpas por sua voz não estar das melhores.

Tudo bem, a gente perdoava! No instante que eles começaram a tocar todos entraram em sintonia com a banda e aproveitaram a volta do quarteto, que não vinha até Florianópolis desde muito tempo.

Fizeram part do setlist as músicas em Português como “Não Vá”, “Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui?”, “Monocromático” e claro, “1997”, mas os 2 momentos mais marcantes do show foram com músicas em Inglês.

Primeiro com “Danger Drive”, onde o público cantou em uníssono e até fez com que Koala levasse um susto e mandasse um “Caraio!” no microfone quando ouviu todo mundo participando junto.
Depois com “Mr. Oldman”, tocada devido a pedidos da plateia e onde a banda virou um trio com Sonrisal assumindo o baixo para tocar uma das linhas de baixo mais bonitas do rock independente nacional.

Aliás, Leon o novo baixista da banda foi apresentado por Koala que disse que quando eles se conheceram, Leon disse que seu nome era bom porque era curto e forte.

A banda tocou por mais de 1 hora e chegou a anunciar o fim do show mas voltou ao som de pedidos da plateia para tocar mais, já que com música boa a gente nunca se dá por satisfeito.

Se você nunca foi a um show do Hateen, vá. A qualidade e experiência dos músicos são notáveis e uma discografia de respeito tanto nos discos em Inglês quanto no único lançamento em Português fazem com que o show da banda seja sempre muito interessante.

Hateen em Florianópolis

Hateen em Florianópolis

Compartilhar

Comentários