Genoma de Ozzy Osbourne vira alvo de pesquisa

Ozzy Osbourne é o embaixador do Record Store Day 2011

Ozzy Osbourne é considerado mutante

Cientistas da companhia Krome estudaram o genoma de Ozzy Osbourne e encontraram milhares mutações jamais observadas em um DNA humano. Segundo o pesquisador Nathaniel Pearson ainda vai demorar um pouco para que sejam compreendidas todas as variações encontradas no mapa genético do cantor.

Um dos aspectos que chamaram a atenção dos pesquisadores foi como o cérebro de Ozzy processa dopamina, neurotrasmissor responsável pela a adrenalina. O alto consumo de drogas também provocou mudanças genéticas nele e estas mutações aumentaram sua resistência e em alguns casos causando regeneração.

Ou seja, podemos dizer que Ozzy Osbourne é quase um mutante.

As pesquisas confirmam que o Príncipe das Trevas sempre teve um risco maior de se tornar dependente de substancias ilícitas do que uma pessoa comum. Por exemplo, o cantor ao consumir maconha tende a ter mais alucinações que um ser humano normal.

Outra surpresa para os pesquisadores foi encontrar pequenos genes ligados aos Neandertal, parente muito próximo do homem moderno. Os cientistas já acreditavam que não existiam mais descendentes desta linhagem, porém europeus e asiáticos ainda tem ligações com estes antepassados.

Bem que eles poderiam pesquisar o Keith Richards, já que parece que Sharon Osbourne não estava errada quando disse que quando o mundo acabar sobrarão apenas baratas, Ozzy e Keith Richards no mundo.

Veja notícia em Inglês, do The Guardian aqui.

Comentários