Rock in Rio
 

Promoção de Ingresso para o SWU / Promoção de livro do Nick Cave

SWU - Promoção de ingressos Promoção: A Morte de Bunny Munro, novo Romance de Nick Cave

– Quer concorrer a um ingresso para o dia 09 do festival SWU? Clique aqui.
– Quer concorrer a 3 cópias do mais novo livro de Nick Cave e vários adesivos? Clique aqui.


Ingressos para o Rock in Rio estarão à venda em novembro

rock-in-rio

Com informações do G1, o primeiro lote de ingressos para a quarta edição do Rock in Rio no Brasil começa a ser vendido em novembro com apenas quatro atrações contratadas. O empresário Roberto Medina revelou que são duas nacionais e duas internacionais mas não disse quais são as bandas ou artistas.

Esse primeiro lote será vendido pelo site oficial do festival na forma de um cartão de crédito, o Rock in Rio Card, terá edição limitada e custará R$ 95 (meia) e R$ 190 (inteira). Dessa forma a pessoa que comprar o cartão vai assegurar sua ida ao festival e quando a programação estiver fechada basta escolher o dia, como afirmou Medina. Essa estratégia já vem sendo usada em Portugal e por lá é um sucesso, continuou o empresário. Após a compra, o cartão vai ser entregue em domicílio acompanhado de um brinde.

Além disso tudo, quem comprar o cartão vai entrar na Cidade do Rock por um local resevardo, mais tranquilo. Nesses primeiros ingressos, a venda será limitada. Cada pessoa só vai poder comprar até quatro entradas inteiras e uma meia. Uma forma de evitar a ação de cambistas, explica Medina.

Durante a entrevista para o G1, Roberto Medina falou que gostaria de ver Caetano Veloso no line-up do festival, porém não revelou nada sobre as quatro atrações já confirmadas. Ele está pensando como fará o anúncio desses artistas. Shakira, Iron Maiden, Radiohead e Guns N’ Roses foram outras bandas citadas pelo empresário na apresentação oficial do festival no mês de agosto.

É aguardar mais informações. Enquanto isso você pode conferir a matéria especial feita pelo TMDQA! sobre o Rock in Rio clicando aqui.

As 200 melhores músicas dos anos 90 segundo a Pitchfork

Um dos principais sites sobre música da internet, o Pitchfork, fez uma lista com as 200 melhores músicas dos anos 90.  Durante todo o mês de agosto e setembro, o portal de notícias musicais reuniu a equipe do site e compilaram uma lista com 200 músicas consideradas importantes nos anos 90. Essas músicas estão sendo fundamentais para o início do novo milênio influenciando outras bandas e servindo até mesmo de inspiração para as próprias bandas visitarem a década e criarem seus novos álbuns.

Se atentarem para a cena indie, você poderá ver claramente onde os novos artistas estão indo pegar suas ideias e como as bandas que surgiram nos anos 90 começaram a fundamentar seus trabalhos atuais. Diversos bandas novas estão revisitando os sons criados nos anos 90, colocando-os em um novo contexto e criando suas novas composições.

Abaixo algumas músicas citadas pela Pitchfork que teve o cuidado de escolher apenas uma música de cada artista, então se você for na lista, terá a chance de conhecer algo novo dentre as 200 bandas listadas. Aqui você confere o top 10 da Pichfork.

“Praise of You” do Fatboy Slim,

“Lay My Love” do Brian Eno junto com o John Cale,

“A Letter To Elise” do The Cure,

“Go” do Moby,

“Longview” do Green Day,

“Say It Ain’t So” do Weezer,

“Smell Like Teen Spirit” do Nirvana,

“Enjoy The Silence” do Depeche Mode,

“Da Funk” do Daft Punk,

“Gold Soundz” do Pavement,

“My Name is…” do Eminem.

Quais músicas dos anos 90 são fundamentais para o seu playlist?

Japandroids

Japandroids lança vinil

Essa semana o TMDQA! falou de uma banda que foi uma das percussoras em termos grupos musicais formados por duas pessoas, a Jucifer.

Agora vamos a mais uma dupla. Dessa vez é a Japandroids, banda de Vancouver, Canadá. Brian King e David Prowse começaram em 2006 com a intenção de ser um trio como diversas outras bandas, mas decidiram jogar fora o pesadelo de terem um “vocalista líder”, então eles mesmo sereiam os líderes. A banda consiste em uma guitarra, bateria e dois vocais. Brian e David consideram que a Japandroids faz um rock de garagem mas não se importam com isso.

A banda lançou dois EPs antes de estrear com um álbum completo:t “Lullaby Deah Jams” em 2008 e “All Lies” em 2007. O primeiro álbum da banda foi o “Post-Nothing” e com esse lançamento a banda começou a angariar prestígio da crítica sendo mencionado em diversos sites como o Pitchfork, Spin, Stereogum, NME, entre outros.

Este ano a banda está com problemas para se dedicar à gravação de um álbum completo visto que a turnê do “Post-Nothing” tem tomado todo o tempo da dupla. Assim a Japandroids tem lançado alguns discos de 7″ como forma de prestigiar os fãs com material novo. Cada disco, de um total de 5, contém duas músicas que incluem material da banda durante a gravação do “Post-Nothing” e uma música cover.

Para adquirir os três vinis da série e conhecer mais sobre a banda clique aqui.

A Banda de Joseph Tourton

A Banda de Joseph Tourton - A Banda de Joseph Tourton

Sim, esse é o nome da banda: A Banda de Joseph Tourton, e não, Joseph Tourton não é um cara que tem uma banda. O grupo é formado por quatro caras e nenhum é esse tal Joseph. Diogo Guedes na guitarra e efeitos, Gabriel Izidoro na outra guitarra, escaleta e flauta transversal, Rafael Gadelha no baixo e Pedro Bandeira na bateria.

Essa é mais uma banda que faz parte da cena rock instrumental brasileiro. Banda que busca experimentar coisas como as bandas paulistanas desta cena, o Hurtmold ou o pessoal de Cuiabá do Macaco Bong.

O quarteto recifense buscou referências em quase três anos de trabalho percorrendo arranjos de samba rock com a banda inglesa King Crimson, ou quem sabe se inspirar nos anos 70 e misturar o “krautrock” dos alemãs do Can para criar as trilhas de suas músicas. A Banda de Joseph Tourton expõe nesse seu primeiro álbum “um conforto auditivo, uma forte inspiração imagética e uma certa urgência e inquietação” – palavras do release da banda – trazendo assim as comparações com sons da virada dos anos 60 pros anos 70.

O fundamental agora é ouvir o primeiro álbum do grupo que foi lançado no início do mês e tirar suas próprias conclusões. para ouvir o disco ou baixar, clique aqui.