Chegou! Especial com Cachorro Grande

Quando a gente fez a resenha de “Chiaroscuro” da Pitty e sorteou uma cópia do disco, eu falei que a parceria com a Deckdisc/Polysom tava só começando né? Poisé.
Hoje a gente tem nova edição da seção “Chegou!” com mais uma banda do casting dos caras, a Cachorro Grande, com um dos discos de vinil mais bonitos que eu vi nos últimos tempos.

Logo na capa de “Cinema”, ainda com o plástico, já há um adesivo avisando: Edição especial em vinil gravado em fita analógica, prensagem premium de alta-fidelidade. É pra deixar claro logo de cara que há um cuidado muito especial com o áudio aqui gravado e que muito provavelmente teve participação e acompanhamento direto dos membros da banda e gravadora.

Arrancando o plástico (dá até pena), uma capa muito bonita, com foto dos artistas desse disco, ou os atores desse filme, com um clima antigo, ao melhor estilo cinema tradicional.
As cores são muito legais e o resultado final ficou de muito bom gosto. Em uma caixa de vinil então, com seu tamanho imponente, a beleza fica evidente.

A parte de trás tem uma foto muito parecida (se não for igual) com a diferença de ter o quadro mais aberto, mostrando o resto do cenário e contando com uma bela gravura que mostra as faixas do Lado A e Lado B, além do crédito da produção e direção do espetáculo. Classe!

Já bastante satisfeito com a qualidade da parte de fora do disco, devo dizer que fiquei meio de boca aberta quando fui retirar o encarte e vi que se tratava de praticamente um livreto, com 6 páginas coloridas e fotos muito legais da banda ao melhor estilo “operador de projetor de cinema”, fotos em grupo e créditos finais. Tudo no tamanho da caixa do disco.

Aqui vale um detalhe muito bacana, de todos os meus discos de vinil, importados ou nacionais, esse do Cachorro Grande é com certeza o que traz o maior encarte, e o de melhor qualidade também.
Pôster preto e branco é comum, encarte preto e branco até aparece de vez em quando, mas de 1 ou 2 folhas, já encarte, com esse tamanho todo, e colorido? É o primeiro e único. Cesta de 3 pontos pra Deckdisc/Polysom!



Por último, o vinil.
Assim como “Chiaroscuro”, imagino que esse disco tenha em torno de 160 gramas, se aproximando muito da gramatura das edições Deluxe em 180 gramas que as bandas gostam tanto de destacar e vender caro por aí.
Duas belas imagens que têm tudo a ver com o resto da arte estão nos selos de Lado A e Lado B e o pacote está completo. O som realmente é de altíssima qualidade, como o adesivo da capa já antecipava, e combinou bem demais com o estilo da banda.

Só teria um jeito de ficar melhor ainda, um vinil colorido, metade preto/metade branco, ou cinza, ou vermelho. Ideia tem bastante, um dia tenho certeza que rola, né Polysom?

Musicalmente, “Cinema” é um baita disco de rock’n’roll, onde as influências de Beatles ficam mais do que evidentes, mas nada é “copiado” ou “chupado”, é tudo incorporado no contexto da banda e eles conseguem unir seus timbres e vocais característicos com influências das melhores possíveis.

Como uma bela cena inicial, “O Tempo Parou” nos introduz à obra, enquanto “Dance Agora” tem cara e jeito de andar de hit. Se você ficar na dúvida que os caras ouvem Beatles, “Amanhã” deixa isso bem claro, e é um dos destaques do álbum.

Como todo bom disco de rock, “Cinema” também tem balada, e “Por Onde Vou” é um dos belos exemplares do que pode ser feito ao se misturar rock com melodias e opiniões sinceras.

Por último, destaco “A Alegria Voltou”, que me lembrou muito The Who e um pouquinho da mais recente The Hives.

Enfim, se tem um disco que merecia sair em vinil nessa volta da mídia, esse disco é “Cinema”. Pra mim representou bem demais a ideia toda e ficou tudo muito bem casado.

Se você quiser encontrar esse e todos os outros LPs da Deckdisc com envio para todo país, formas de pagamento acessíveis e confiabilidade, é só acessar o site da loja 7 Polegadas, clicando aqui.


Promoção TMDQA! / CACHORRO GRANDE / DECKDISC / POLYSOM

E vocês já devem estar mal acostumados né? Mas eu não poderia trazer essas informações todas e não sortear uma cópia do disco pra vocês, então começo aqui e agora a mais nova promoção valendo um LP de “CINEMA” do Cachorro Grande!

A mecânica vai ser muito parecida com a promoção da Pitty, toda baseada no Twitter. E se a gente conseguiu entrar em vários sites como a tag e os assuntos mais populares, vamos tentar denovo com essa promoção, que tal?

Primeiro de tudo você deve seguir os usuários @mdiscosqamigos, @deckdisc e @polysom , senão os seus tweets não serão contabilizados.

Aí, é só twittar a frase:

O @mdiscosqamigos @deckdisc @polysom vão me dar 1 LP da Cachorro Grande http://migre.me/EwVq http://migre.me/EwUt #CachorroGrandeVinil

Você pode twittar quantas vezes quiser, a ideia é além de concorrer ao LP ainda fazer a hashtag e o assunto se tornarem populares, bora tentar? O sorteio será feito via sorteie.me .

A promoção vai de hoje, 13 de Maio até Segunda Feira, 17 de Maio às 13:00h.

Boa sorte a todos!


Green Day



Depois de 12 anos de espera, o Green Day finalmente anunciou o retorno ao Brasil! Nesta segunda-feira à tarde, o trio confirmou quatro shows no país, todos em outubro: Porto Alegre (13/10), Rio de Janeiro (15/10), Brasília (17/10) e São Paulo (20/10). Ainda não há datas definidas para o início da venda dos ingressos de Brasília e Porto Alegre, mas todas as informações sobre os shows em São Paulo e Rio foram divulgadas. Veja:

São Paulo:
20 de outubro, às 22h
Arena Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana)
Abertura dos portões: 16h
Ingressos: R$ 250 (pista Premium), R$ 180 (pista)
Vendas por telefone: 4003 1527 (das 9h às 21h de segunda-feira a sábado)

Vendas pela internet: www.livepass.com.br
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência): Morumbi Shopping – Estacionamento Piso G1 (De segunda a sábado das 12h às 20h;
Domingos e feriados das 14h às 20h)
Pontos de venda (com taxa de conveniência):
Shopping Anália Franco (Rua Regente Feijó, 1739, Piso Orquídeas; De segunda a sábado das 12h às 20h; Domingos e feriados das 14h às 20h)

Central de Turismo Express (Shopping Santana Park – Piso Térreo; Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2780, Santana; De segunda a sábado das 10h às 22h; Domingo e feriados das 14h às 20h)
Central de Turismo Express (Localizado no Bar Brahma; Avenida São João, 677, Centro; De segunda a sexta das 9h às 21h; Sábado, domingo e feriados das 9h às 19h)

Rio de Janeiro:
15 de outubro, às 22h30
HSBC Arena (Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401, Barra da Tijuca)
Abertura dos portões: 18h

Ingressos: R$ 300 (pista Premium), R$ 180 (pista), R$ 200 (nível 1), R$ 100 (arquibancada), R$ 300 (suites)
Vendas por telefone: 4003 1527 (das 9h às 21h de segunda-feira a sábado)
Vendas pela internet: www.livepass.com.br
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência): HSBC Arena (Av.Embaixador Aberlado Bueno, 3401; das 10h às 18h todos os dias)

A primeira vez que o Green Day veio ao país foi em 1998, na turnê do “Nimrod” (1997), quando tocaram em São Paulo, Rio e Belo Horizonte. Desta vez, a banda deve trazer a turnê de “21st Century Breakdown” (2009), último álbum deles. Apesar do destaque para o novo álbum e para “American Idiot” (2004), alguns clássicos do início da carreira, como “Longview” e “Geek Stink Breath” têm aparecido com frequência nos setlists mais recentes.



Los Hermanos

Desde que entraram em pausa “por tempo indeterminado”, em junho de 2007, o Los Hermanos só se apresentou duas vezes: nas edições carioca e paulista do Just a Fest, que reuniu, além dos cariocas, Radiohead e Kraftwerk para duas apresentações em março do ano passado. Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Bruno Medina e Rodrigo Barba seguiram em frente com carreiras solo, novas bandas, novos projetos musicais, etc. Mas tudo indica que a banda vai se reunir para duas apresentações ainda em 2010.

Em entrevista à Revista Trip, Camelo revelou que o grupo foi convidado para dois shows em Salvador e Recife, no segundo semestre:

Vamos fazer dois shows no segundo semestre, dois shows fechados. Um em Recife e um em Salvador. E eu tô adorando. Pô, sinto mó saudade deles, outro dia fiquei vendo uns vídeos nossos em casa.


Claro que, depois dessa declaração, a fofoca correu solta pela internet. Até que o tecladista Bruno Medina decidiu esclarecer os rumores no blog Instante Posterior, que edita:

O que posso lhes dizer é que recebemos, sim, propostas para shows em duas cidades pelas quais temos enorme apreço, Recife e Salvador. Ao que me consta não está nada acertado ainda, mas o desejo da banda é, definitivamente, que se concretizem. Solicitamos apenas que as apresentações ocorressem em espaços menores do que de costume, em teatros quem sabe, porque consideramos esses nossos lugares preferidos para tocar, por serem mais adequados no que se refere à acústica. E pronto, isso é tudo que sei até o momento.


Na entrevista à Trip, Marcelo Camelo aproveitou para destacar a vontade que tem de trabalhar com os outros três em um novo álbum:

Sinto que só deveríamos voltar pra fazer um disco novo, com repertório novo, pra não ficar nessa coisa de só tocar coisas velhas. Mas por enquanto cada um está com seu trabalho solo, criando coisas novas. O Rodrigo tem uma frase interessante que é: “Tempo a gente tem o quanto a gente dá”. Estamos dando um tempo para outras coisas.


O último álbum de inéditas do Los Hermanos foi “4″, lançado em 2005, seguido pelo CD e DVD ao vivo “Los Hermanos na Fundição Progresso”, em 2008. Para conferir a entrevista completa de Marcelo Camelo à Trip, clique aqui.



Korn

À medida que a data de lançamento do mais novo disco do Korn, “Korn III: Remember Who You Are” vai se aproximando, começam a aparecer mais detalhes sobre esse novo álbum.

O primeiro deles é a capa que foi liberada, e é essa que você vê aí em cima, na minha opinião bem fraquinha.

Segundo é que três faixas desse disco foram tocadas no programa “Octane” da rádio via satélite Sirius/XM, e obviamente tudo já foi parar na Internet, através de um vídeo do YouTube que você pode ver logo abaixo. A qualidade do áudio tá muito boa e é um bom preview do que vem por aí no disco.

Os nomes das faixas são “Pop A Pill”, “Let The Guilt Go” e “The Past”.

Por último, também foi divulgada a tracklisting do álbum, e é essa aqui:

1. UBER-TIME
2. OILDALE (LEAVE ME ALONE)

3. POP A PILL
4. FEAR IS A PLACE TO LIVE
5. MOVE ON
6. LEAD THE PARADE
7. LET THE GUILT GO
8. THE PAST

9. NEVER AROUND
10. ARE YOU READY TO LIVE ?
11. HOLDING ALL THESE LIES

O disco será lançado no dia 13 de Julho, via RoadRunner Records.


blink-182



E os rumores foram oficalmente confirmados: o (até agora) último álbum de inéditas do blink-182, entitulado simplesmente de “blink-182″ (2003), será relançado em vinil dulpo de 180 gramas, com altíssima qualidade sonora. O relançamento será feito pela Mightier Than Sword Records, que vai editar o álbum da seguinte maneira:

– Embalagem gatefold;
– Capa em alto-relevo;
– Encarte em 10×10″, imitando o encarte da edição em CD;
– Lado D (ou o lado B do segundo disco) com um imagem do “smiley” da capa do disco, como você já viu aqui no TMDQA!

E não é só isso. A MTS vai lançar os LPs em versões coloridas, da seguinte forma:

500 cópias em vinil preto de 180 gramas;
500 cópias “manchadas” com uma mistura de verde e rosa;
500 cópias com metade rosa, metade verde;
500 cópias “manahcadas” com uma mistura de rosa e branco;

2,000 cópias em vinil rosa, à venda exclusivamente nas lojas Hot Topic.

A pré-venda do LP começa no dia 24 de maio, na webstore da MTS. Infelizmente, a loja só envia para os Estados Unidos e para o Canadá, ou seja: para conseguir um desses, só pedindo para alguém enviar de lá para você, ou aguardar a venda em sites como o eBay.



The Cure

O The Cure está para lançar uma super edição Deluxe de “Disintegration”, recheada de bônus e raridades, e aos poucos vinha divulgando algumas novidades desse lançamento.
Agora a banda fez um site especial só para o lançamento, contendo muita interatividade, material, músicas raras e links importantes, tudo em uma espécie de redoma virtual que pode ser legal à primeira vista, mas acaba ficando enjoativa em pouco tempo.

De qualquer forma, experimente por conta própria e acesse o site aqui.

Fishbone

Depois de muito aguardar, finalmente os fãs brasileiros do Fishbone (banda californiana que mistura ska, funk e metal e que influenciou Beastie Boys, Red Hot Chili Peppers e basicamente todas as outras bandas da Califórnia, como o No Doubt e Reel Big Fish) podem sair gritando por aí loucamente que poderão vê-los ao vivo!

A banda publicou o seguinte em seu site oficial:

O Fishbone estará na América do Sul neste verão [hemisfério Norte]! Veja as datas das apresentações, que acontecerão na Argentina e no Brasil, começando no dia 20 de julho!

Confira as datas e locais!

22 de julho – São Paulo @ Easy (somente para convidados)
23 de julho – Porto Alegre @ Bar Opinião

24 de julho – Rio de Janeiro @ Circo Voador
25 de julho – São Paulo @ Carioca Club

Outra novidade mais do que bacana, é que se você tem banda e sempre sonhou em abrir um show do Fishbone, isso pode estar bem próximo de acontecer!

“…Lost Band Search” é o festival promovido pela marca de surf e streetwear californiana “…Lost”, que procura novas bandas ávidas para sair da garagem e cair na estrada, como informa o site TriboSkate.

O site também informou que o festival conta com 3 etapas e uma final entre as 3 melhores bandas, que acontecerá no dia 17 de julho no Inferno Club (São Paulo). A apresentação da banda vencedora será no dia 22 de julho.

Então meu caro leitor, corra para cadastrar a sua banda neste site, pois o término das inscrições ocorrerá no dia 14 de junho!

Mas caso você não tenha banda ou ela não tenha sido a vencedora do concurso, mas mesmo assim gostaria de ver a primeira apresentação do Fishbone no Brasil, aí vai mais uma chance: Serão sorteados vinte e cinco ingressos duplos para aqueles que votarem no site do “…Lost Band Search”.

Recentemente, nós do Tenho Mais Discos Que Amigos! escrevemos sobre o mais recente lançamento do Fishbone. Clique aqui para ler.

E em clima de aquecimento para os shows, é óbvio que só poderíamos colocar um vídeo do DVD ao vivo:

Warped Tour 2010 Compilation

Foi divulgada a tracklisting da Warped Tour 2010, e o formato já tradicional de CD duplo a um preço baixo (5 dólares) se mantém, mas dessa vez os caras fizeram uma jogada esperta.

Enquanto no CD 1 estão os nomes de maior respeito e qualidade como Blink-182, Alkaline Trio, Dropkick Murphys, Bouncing Souls, Anti-Flag, GBH, The Flatliners, Broadway Calls, Cobra Skulls, The Menzingers, Fake Problems e Set Your Goals oCD 2 traz os nomes mais bunda-mole da cena independente americana que fazem parte do lineup do festival.

É como se a Side One Dummy tivesse dividido a coletânea em punk rockers e coloridos. Eu dispensaria o CD 2 e pegaria $2.50 de volta, mas gosto é gosto!

Se liga na tracklisting:

DISC #1


Blink 182- The Rock Show
Alkaline Trio- The American Scream
Dropkick Murphy’s- Captain Kelly’s Kitchen (LIVE)
The Bouncing Souls- Never Say Die/ When You’re Young
Anti-Flag- We Are The One

Every Time I Die- After One Quarter of a Revolution
Bring Me The Horizon- Chelsea Smile
Set Your Goals- Gaia Bleeds (Make Way For Man)
Parkway Drive- Carrion
GBH- Cadillac One
The Casualties- We Are All We Have

The Reverend Peyton’s Big Damn Band- Clap Your Hands
Riverboat Gamblers- Robot’s May Break Your Heart
Closure In Moscow- A Night At The Spleen
Deal’s Gone Bad- Messin’ Around
Fake Problems- Heartless
The Flatliners- Carry The Banner

The Swellers- Sleeper
Polar Bear Club- Living Saints
Cobra Skulls- Thicker Than Water
Broadway Calls- Basement Royalty
Middle Finger Salute- Don’t Lost Hope
The Menzingers- No We Didn’t

Longway- Out There
Shiragirl- Fight For It
Flatfoot 56- Smoke Blower
The Jukebox Romantics- Famous Last Line

DISC #2

Mayday Parade- If You Can’t Live Without Me, Why Aren’t You Dead Yet?
Attack! Attack!- Sexual Man Chocolate

Four Year Strong- Tonight We Feel Alive (On A Saturday)
Pierce The Veil- Caraphernelia
Breathe Carolina- Hello Fascination
Confide- Delete, Repeat
This Time Next Year- No Bed Of Broken Glass
Emarosa- Set It Off Like Napalm

Alesana- The Thespian
Anarbor- Gypsy Woman
In Fear And Faith- Bones
Neo Geo- DT Killer
No Bragging Rights- Passion Vs. Fashion
The World Alive- Battle Royale

Our Last Night- Elephants
Fight Fair- Party Girl
Artist Vs. Poet- Damn Rough Night
Chase Long Beach- Where’s My Time Stick
We Are In The Crowd- Both Sides Of The Story
Sparks The Rescue- Hello Mexico

I See Stars- The Common Hours
Of Mice and Men – Second & Sebring
The Frantic- Fast Girl
Versa Emerge- Fixed At Zero

Você encontra a coletânea aqui.

Godsmack

A banda Godsmack, nascida em Massachusetts no ano de 1995, lançou após quatro anos (sua maior pausa até então entre um disco e o outro) o seu novo registro via Universal/Republic.

“The Oracle” é o quinto álbum de estúdio da banda e o primeiro a ser gravado e produzido por Dave Fortman (que já trabalhou com Mudvayne, Otep, Slipknot, Evanescence), em parceria com Sully Erna (o vocalista e multi-instrumentista da banda).

De acordo com Sully Erna, ele estava à procura de um produtor que tivesse feito ótimos álbuns. Erna comentou sobre alguns produtores com quem ele gostaria de trabalhar e o baterista/percussionista da banda, Shannon Larkin, citou Dave Fortman.

O trabalho de Dave agradou bastante a banda. Tanto que Sully Erna chegou a anunciar o seguinte:

Deixe-me contar a vocês… Irei DEFINITIVAMENTE gravar outro álbum com Dave de novo. Ele não é somente o cara mais engraçado que eu já conheci, ele realmente sabe como produzir e dar sugestões que são relevantes e importantes para a decisão das músicas.”

“The Oracle” foi lançado no dia 4 de maio em CD, CD edição deluxe e versão digital.

Primeiramente o álbum recebeu o título “Saints & Sinners”, mas Erna resolveu mudá-lo para “The Oracle”, após fazer algumas pesquisas e chegar à conclusão que aquele não era um nome original.

Tracklisting:

01. “Cryin’ Like A Bitch”
02. “Saints and Sinners”
03. “War And Peace”
04. “Love-Hate-Sex-Pain”

05. “What If?”
06. “Devils Swing”
07. “Good Day To Die”
08. “Forever Shamed”
09. “Shadow Of A Soul”

10. “The Oracle”
11. “Whiskey Hangover”*
12. “I Blame You”*
13. “The Departed”*

*Faixas disponíveis somente na versão deluxe.

A edição deluxe em CD pode ser comprada neste link.

Ela vem também com um DVD de trinta minutos de duração.

Para comprá-lo em CD, clique aqui.

Para comprá-lo em versão [deluxe] digital, clique aqui.

Avenged Sevenfold

O Avenged Sevenfold finalmente postou um preview do seu novíssimo single “Nightmare”. Ouça:

O single será lançado em versão digital no dia 18 de maio. Já o full-length (ainda sem nome e maiores informações divulgadas) é esperado para o dia 27 de julho.

Esse será o primeiro álbum do Avenged Sevenfold após a morte do baterista James Owen Sullivan, que aconteceu no final do ano passado.
As baquetas do novo registro (assim como as da turnê 2010) ficaram sob os cuidados de nada mais nada menos do que Mike Portnoy (Dream Theater), que comentou sobre:

Mesmo em circunstâncias normais, eu teria ficado feliz em ajudar os caras. O Avenged Sevenfold é uma ótima banda… Mas sob esta circunstância incrivelmente triste e trágica, eu devo dizer que me sinto sinceramente honrado por ter sido chamado para tocar com eles e eu não tive nem que pensar duas vezes para dizer ’sim’… Estou tratando a minha participação neste álbum com o maior respeito, em memória de James Sullivan e buscarei ser o mais fiel possível nas partes da bateria que ele criou para as músicas e para o álbum que ele queria fazer.

Queens Of The Stone Age

“Rated R”, o segundo álbum de estúdio do [sem comparações] Queens Of The Stone Age, será relançado ainda neste ano e em nova edição.

O álbum – que foi eleito pela Rolling Stone como o 82º álbum da década – foi lançado primeiramente em junho de 2000 via Interscope Recods/Universal Music e marca a primeira aparição do Mark Lanegan (ex Screaming Trees e atual The Gutter Twins) em alguns vocais.

A nova edição é prevista para ser lançada em julho e trará versões ao vivo (de apresentações passadas da banda no Reading Festival) e b-sides.

O big boss Josh Homme, fanfarrão como sempre, comentou sobre a reedição:

Se estou surpreso que o Queens tenha chegado ao ponto de termos relançamentos? Sim! E também me surpreendo por todos os outros músicos ainda estarem vivos.”

A tracklisting e todas as informações adicionais, serão em breve anunciadas.

Vale lembrar que em outras edições do “Rated R” e nas edições de alguns singles, as faixas “Never Say Never” (Romeo Void), “Who’ll Be the Next in Line” (The Kinks), “You’re So Vague”, “Wake Up Screaming” (The Subhumans), “Born to Hula” e “Ode To Clarissa”, podem ser encontradas.

E que também o álbum já havia recebido uma versão em vinil, intitulada “Rated X” (“X” porque a artwork interna do LP contém desenhos pornográficos).

Na minha opinião, “Rated R” é o melhor disco do Queens Of The Stone Age (embora o “Songs for the Deaf”, de 2002, seja o favorito de muitos e o mais conhecido). Para quem nunca ouviu uma música sequer ou o álbum por completo, fica aí a dica.

Agora é aguardar pra ver se vai acontecer mesmo essa reedição; relançamento. O Queens Of The Stone Age prometeu lançar um álbum homônimo há cerca de dois anos e outro DVD ao vivo e gravado na Europa, intitulado [supostamente] “Salt Mine” (veja o trailer lindão abaixo).

Estamos esperando esses lançamentos até agora, assim como a volta da banda ao Brasil (Josh havia também prometido que em 2008 a turnê do “Era Vulgaris” passaria por aqui)…

Enquanto também um novo álbum de inéditas não sai (o mais recente é o “Era Vulgaris”, de 2007), o Queens of the Stone Age retorna aos palcos em agosto, fazendo apresentações na Alemanha e no Reading/Leeds Festival.