PROMOÇÃO CAPIXABA

Participe da promoção que vai te dar 3 CDs de excelentes bandas do Espírito Santo (Gustavo Macaco, Lordose pra Leão e Puritan) e um kit com 11 prêmios contendo pôsters de No Use For A Name e Strung Out, revista 100% Skate, Revista Action182 e mais itens bacanas!!

Clique aqui para participar.

Sugar Kane

Nesta semana, os curitibanos do Sugar Kane lançaram o videoclipe da música “Revolução”, segundo single do álbum “A Máquina Que Sonha Colorido”, lançado no ano passado via Olelê Music e relançado neste ano via Ideal Records.

O video, que teve 4.000 plays em um dia, foi dirigido por Gustavo Micelucci e pelo guitarrista e vocalista do Sugar Kane, Alexandre Capilé.

Além de takes da banda tocando, o clipe conta com a participação de vários fãs da banda, que enviaram videos caseiros onde tocam, cantam e dançam a música [que inclusive, tem uma letra maravilhosa].

O resultado ficou MUITO legal! Confira:

No site da Ideal Shop, a pré-venda do relançamento do álbum “A Máquina Que Sonha Colorido”, já começou. Clique aqui para garantir a sua linda cópia.

Tracklisting:

01. “A Maquina Que Sonha Colorido”
02. “Todos Nos Vamos Morrer”
03. “Um Pouco De Tudo”
04. “Auto-Destruição”
05. “Sonhe Colorido”
06. “Revolução”
07. “Seus Ideais”
08. “Rockstar”
09. “Repito”
10. “Pedras”

No myspace oficial da banda, todas as músicas estão disponíveis para audição.

Jason

Outra banda brasileira que também está de clipe novo, é a dos cariocas do Jason.

O vídeo foi dirigido por Vladimir Rodriguez e a música escolhida foi “Corredor”, do quarto álbum intitulado “Regressão” (capa acima), lançado em 2007, via Tamborete Entertainment.

Para comprá-lo, envie um e-mail para tamboreteboss@yahoo.com.br e saiba como.

Confira abaixo o resultado do clipe [que por sinal, ficou incrível]:

Chaingang

Provavelmente você desconhece uma banda chamada Chaingang. Mas se eu fosse você, começaria a já anotar esse nominho e a prestar mais atenção pois, sem dúvida, muuuita coisa sobre essa banda vai rolar pela midia em breve e é com muito orgulho que digo que nós aqui do Tenho Mais Discos Que Amigos!, somos o primeiro site brasileiro a falar sobre ela.

Chaingang é uma banda de indie-punk-rock-pop-dance, de Sydney, Australia [na minha opinião, a melhor banda de lá no momento], que toca desde 2007 [Chaingang pode ser nova, mas já tocou com Panic At The Disco, Jose Gonzalez, Headless Chickens, The Streets e Mercy Arms, por exemplo] e atualmente é formada pela maravilhosa Hayley Foster nos vocais, Daniel Duque-Perez na guitarra e Mike Jeffery no baixo.
Andrew Harrison era o baterista da banda até agosto de 2008 e até fevereiro deste ano, as baquetas eram posse da Skarlett Saramore, quem inclusive, gravou o primeiro EP da banda.

Falando nisso, eles estão fazendo o maior drama quanto a divulgação desse EP, que foi gravado em Nashville, Los Angeles, com o músico Snob Scrilla [inclusive, a Hayley aparece no seu vídeo da música “Houston”. Cheque abaixo]: Não há data e maiores informações de lançamento, a não ser “sairá em breve” e que provavelmente a capa será a que foi postada acima.

Veja no Youtube da banda vídeos-diários da gravação.

Porém, depois de todos já estarem secos de ansiedade e de terem se acostumado com essa ideia de só ouvir algum material novo ou até mesmo EP completo quando a banda resolvesse lançar, recentemente, tipo, DO NADA, eles mudaram o layout do myspace e postaram lá o magnífico single “Holiday”, em uma nova versão!
Essa, muito mais explosiva, enérgica, mais viciante [sério, eu perdi as contas de quantas vezes já ouvi essa nova versão entre ontem e hoje] e com mais cara de Chaingang do que nunca.

No facebook da banda, chegaram a falar que a nova versão era “como sexo para os ouvidos.” E realmente, Chaingang é uma banda extremamente atraente e tesuda, que explora muito bem toda a sua sensualidade, sem parecer e querer ser clichê.

Ouça o primeiro single do Chaingang [capa acima], “Holiday”, na novíssima versão.

Antes disso, a banda havia lançado sete demos na web e uma delas, é uma versão extraordinária de “Day And Night”, do rapper Kid Cudi.

Para ouvir e fazer download gratuito de três dessas [sensacionais] demos do Chaingang, clique aqui no site Triple J.

Inclusive, você pode dar uma forcinha pra banda e requisitá-la para participar do programa (que é um dos mais famosos da Austrália), clicando neste link.

Para entender um pouco essa química tão excêntrica da banda, uma vez perguntaram para a Hayley qual era o segredo. E ela respondeu muito bem: “O segredo? Colocar uma baterista de metal, um guitarrista de blues, um baixista de hardcore e uma vocalista pop, juntos num quarto.

MySpace | Twitter | Facebook

Abaixo, um video da banda tocando “Holiday” na versão antiga [que também era explosiva]:

Medollic

[Também somos o primeiro site brasileiro a falar sobre essa próxima banda. =D]

Medollic é outra banda da Austrália, só que de Brisbane e de rock alternativo. É formada por três talentosíssimos músicos: Lix Bacskay (voz e guitarra), James North (guitarra, baixo, backing vocals e produtor) e Steve Pope (bateria, backing vocals e viciado em café), desde 2005.

Aliás, vale a pena dizer o quão simpáticos e atenciosos com os fãs eles são. Respondem a todos e se esforçam para tentar escrever em outras línguas, para tentar uma aproximação maior com as pessoas [acho isso deveras fofo].

Nesta semana eles lançaram o seu aguardado álbum de estréia, intitulado “Dollhouse”, em CD e versão digital. O registro foi produzido por James North e masterizado por Eric Conn (que trabalhou com Dixie Chicks, Garth Brookes e Skid Row), em Nashville.

O álbum – que teve a artwork feita pela vocalista e guitarrista da banda, Lix Bacskay – contém dez belas faixas:

01. “Black Begins”
02. “Human”
03. “Breaking Days”
04. “Pieces”
05. “Kabuki”
06. “King of Queens”
07. “Fable”
08. “Dollhouse”
09. “Visual Basic”
10. “Paper Planes”

Para comprá-lo em CD [vem com .mp3 também], com a capa autografada por todos os membros do Medollic, clique aqui.

Para comprá-lo em versão digital [vem com toda artwork em alta resolução], clique aqui.

No myspace oficial da banda, há três faixas para audição: “Black Begins”, “Pieces”, “Dollhouse” e “Paper Planes”. Nelas você já pode observar o talento e a versatilidade dos músicos, tanto na parte instrumental quanto nas letras. Fora que a voz da Lix é doce, mas de um jeito que a gente não enjoa nunca.

Myspace | Site | Facebook | Lastfm | iLike | Blip.Fm | Twitter