Punk Goes Classic Rock

A série “Punk Goes…” foi lançada em 2000 pela Fearless Records com uma primeira coletânea chamada “Punk Goes Metal“, onde obviamente bandas punks como AFI, Strung Out, Death By Stereo, The Aquabats e Ten Foot Pole faziam covers de bandas de metal como Poison, Slayer, Metallica e AC/DC.

A ideia deu tão certo que a gravadora passou a lançar uma dessas quase a cada ano, mas sempre mudando a temática. Teve pop, anos 80, anos 90, rap e agora é a vez do “Punk Goes Classic Rock”.
Dá uma olhada na tracklisting:

1. Hit The Lights “More Than A Feeling” (Boston)
2. VersaEmerge “Paint It Black” (The Rolling Stones)
3. The Almost “Free Fallin'” (Tom Petty & The Heartbreakers)
4. Mayday Parade “We Are The Champions” (Queen)
5. The Summer Set “Rock ‘n Roll All Nite” (KISS)
6. We The Kings “Caught Up In You” (.38 Special)
7. A Skylit Drive “Separate Ways (Worlds Apart)” (Journey)
8. I See Stars “Your Love” (The Outfield)
9. Pierce The Veil “(Don’t Fear) The Reaper” (Blue Oyster Cult)
10. Forever The Sickest Kids “Crazy Train” (Ozzy Osbourne)
11. The Maine “Pour Some Sugar On Me” (Def Leppard)
12. Envy On The Coast “All Along The Watchtower” (Jimi Hendrix)
13. Every Avenue “Take Me Home Tonight” (Eddie Money)
14. Never Shout Never “Bohemian Rhapsody” (Queen)
15. blessthefall “Dream On” (Aerosmith)

É uma pena que ao longo do tempo a coletânea tenha virado mais um “Emo goes…” ou “O-que-estiver-na-moda goes…” e as bandas escolhidas não tenham quase vínculo algum com o punk, como as primeiras edições tinham.

De qualquer forma o lançamento oficial é no dia 27 de Abril, e o link é esse aqui.





Brendan Kelly / Joe McMahon

Brendan Kelly, baixista e vocalista do meu querido Lawrence Arms e Joe McMahon do Smoke Or Fire estão lançando um split chamado “Wasted Potential” pela Anchorless Records.
O disco está sendo lançado apenas em disco de vinil, branco ou preto.

O Lado A ficou todo com Brendan Kelly, que regravou 6 músicas próprias e uma cover de “Kiss The Bottle” do Jawbreaker.
Já o Lado B é de Joe, que também gravou 6 próprias e uma cover de “Let The Train Blow The Whistle” do Mr. Johnny Cash.

Eu já garanti o meu e confesso que estou muito ansioso para ouvi-lo. O link oficial é esse aqui.



The Adicts

O Adicts está relançando mais um álbum da sua carreira em vinil.
Dessa vez trata-se de “Smart Alex”, quarto disco de estúdio dos caras lançados originalmente em 1985 e que começou a ser vendido no dia 16 de Fevereiro pela Taang! Records em uma edição limitada a 500 cópias em um disco de vinil vermelho bonitão, pra combinar bem com a capa.

Para garantir uma das cópias, o link é esse aqui.

Fire Iron Frenzy

O Five Iron Frenzy foi uma das bandas de ska mais importantes dos anos 90. Apesar de carregar o rótulo de “banda cristã”, os caras conquistaram uma legião de fãs apaixonados que ficaram órfãos em 2003, quando eles resolveram acabar com o grupo.

7 anos depois, a banda continua sendo citada, ouvida e consumida, já que os 5 discos de estúdios do Five Iron Frenzy continuam sendo muito bem vendidos ao redor do planeta. Talvez por isso eles resolveram lançar um DVD esse ano chamado “The Rise And Fall Of Five Iron Frenzy”.

São 2 discos com material de mais de 15 anos de estrada, contendo performances ao vivo, depoimentos, imagens do último show da banda, e material sobre o que os membros estão fazendo hoje em dia.
Na Interpunk é possível comprar um pacotão com o DVD e uma camiseta que estampa: “Eu esperei 15 anos pelo DVD do Five Iron Frenzy e tudo que eu ganhei foi essa camiseta tosca”. É só clicar aqui.


Man Overboard

Os pop-punkers do Man Overboard estão lançando o disco “Before We Met: A Collection Of Old Songs”, que como o nome bem explicativo diz é uma coleção de faixas demo e raridades do grupo regravadas com melhor qualidade e novos arranjos.

O disco está sendo lançado pela Panic Records e há 3 pacotes diferentes para o mesmo:

  • LP colorido
  • CD
  • 3 LPs cada um de uma cor + Prensagem de teste

O link para a loja oficial é esse aqui.


Death From Above

O Death From Above (que depois viria ser chamado de Death From Above 1979) foi um dueto punk/dance do Canadá que durou apenas 5 anos, tem só um disco de estúdio mas ganhou status de hype na cena indie/alternativa e até hoje é ouvida e reverenciada por muitos (“Let’s Make Love And Listen To Death From Above” do Cansei de Ser Sexy, ou CSS, não me deixa mentir).

O EP “Romantic Rights” foi lançado em 2004, pouco antes do disco “You’re A Woman, I’m A Machine” e contém 2 músicas que viriam fazer parte desse álbum de estúdio.
Após muito tempo fora de catálogo, o influente EP está sendo vendido denovo em CD e pode ser encontrado aqui.


F-Minus

O F-Minus era uma banda de hardcore/thrash/protesto que existiu entre 1995 e 2004 e que ganhou notoriedade por ter em seu line-up o técnico de guitarras do Rancid, Brad Logan, que virou até nome da música que o Rancid fez para a coletânea “Chef Aid” do South Park.

Fora isso, os caras consolidaram seu nome na cena independente e eram referência no estilo, até acabar há 6 anos atrás.

A Rancid Records (uma espécie de selo pra lançar amigos do Rancid) está relançando o EP “Failed Society”, de 1997, que havia sido lançado originalmente pela Hellcat de Tim Armtrong. O link é esse aqui.