United Colors Of…

 
 
 
 

Essa coluna foi originalmente postada no portal Bubblegum Attack.

 
 
 
 


E aí amigos! Tudo certo??
Sou Tony Aiex e venho com mais uma edição da coluna “I Have More Records Than Friends” aqui na Bubblegum Attack.

Esta semana vou falar um pouco sobre os discos coloridos. Sim, são aqueles discos de vinil que são tão coloridos quanto seus discos de historinha da Turma da Mônica ou dos 3 Porquinhos, mas que quando bem apresentados fazem parte da arte gráfica do lançamento, tão importantes quanto a capa do disco.

Pra ilustrar o que eu estou falando, vou usar a banda e a gravadora que, na minha opinião, melhor utilizam o recurso da tinta colorida no vinil para se fundir à arte proposta no disco.
No final da coluna anterior, deixei uma pergunta que queria saber quem seria a banda que junto com Rancid e Green Day formam a “tríplice coroa” do Pop-punk Class Of 94. Pois bem, acertou quem disse NOFX, e são eles, junto com a Fat Wreck Chords os “mestres” em lançamentos coloridos.

Praticamente todo e qualquer disco novo da Fat Wreck sai com uma versão em vinil colorido, o que é ótimo. O lado ruim é que na maioria das vezes estas versões coloridas são bem mais raras de se encontrar já que a prensagem normalmente limita-se a menos de 1000 cópias por lançamento.

Durante toda a carreira do NOFX a maioria de seus discos ganhou uma versão em vinil, e a maioria destes saiu com prensagens especiais em vinil colorido. Isso virou meio que tradição, tanto por causa do NOFX quanto por causa de sua gravadora, a Fat Wreck (que pra quem não sabe pertence a Fat Mike, vocalista do Nofecão), que faz questão de lançar seu catálogo nesse formato.

Em 2001, a Fat Wreck fez o “FAT CLUB“, que funcionava como se fosse a assinatura de uma revista. O “assinante” pagava uma taxa anual de 60 dólares (80 se você não morasse nos EUA) e recebia um 7″ por mês, cada um de uma banda diferente do line-up da gravadora. Eram todos coloridos, claro, e a edição de Setembro era do NOFX, em vinil amarelo.

NOFX - Fat Club

A banda gostou tanto da ideia (escrever ideia sem acento ainda não é fácil!!) que em 2005 lançou o “NOFX 7″ Of The Month Club”. O principio era o mesmo, mas dessa vez com discos do NOFX, e de Fevereiro de 2005 a Janeiro de 2006, quem era assinante do clube recebia um 7″ por mês, com músicas inéditas da banda e capas feitas pelos fãs. Muitas dessas músicas foram parar no penúltimo disco oficial da banda, o “Wolves In Wolves Clothing“, como “Cool And Unusual Punishment”, “You Will Lose Faith”, “Benny Got Blowed Up”, “Leaving Jesusland” entre outras.

NOFX - 7" Of The Month Club

As cores dos discos combinavam com as cores das capas (o disco de número 8 é preto) e davam um toque ainda mais especial à coleção.
Discos como o de número 6 que tem a capa cinza e o disco transparente, o de número 4, que tem a capa “nas cores da Jamaica” e disco verde e o de número 2 , que tem a capa laranjada (muito em função da foto de vômito) e o disco laranjado mostram que quem faz a arte para os discos da gravadora se preocupa com o conjunto todo.

NOFX - 7" Of The Month Club

Hoje em dia esses disquinhos custam centenas de dólares cada um no eBay, e muitos deles vêm na cor preta, já que são reprensagens, não pertencentes ao primeiro lote original. Vale lembrar que no começo a assinatura custava o mesmo preço do Fat Club, ou seja, desembolsando 60 dólares para americanos ou 80 dólares para quem morava fora dos EUA, o cara levava o pacote inteiro de 12 discos.

Outros lançamentos do NOFX que merecem citação aqui são:

  • Wolves In Wolves’ Clothing (capa amarela, vinil amarelo, 1062 cópias feitas)
  • NOFX - Wolves In Wolves' Clothing

  • Pump Up The Valuum (capa azulada, vinil azul, lançado pela Epitaph, existem cópias até hoje)
  • NOFX - Pump Up The Valuum

  • War On Errorism (capa parcialmente branca, vinil branco, 1073 cópias feitas)
  • NOFX - War On Errorism

  • Don’t Call Me White Single (Capa com um POODLE, vinil BRANCO (duh), sem informação de quantas cópias foram feitas )
  • NOFX - Don't Call Me White

  • The Decline (Capa majoritariamente cinza, vinil transparente, 155 cópias feitas)
  • NOFX - The Decline

  • Timmy The Turtle (Capa com Timmy, a tartaruga, vinil verde, 9537 cópias feitas)
  • NOFX - Timmy The Turtle

  • The Longest Line (Capa em tons de cinza, vinil branco “peruano”, 1082 cópias feitas)
  • NOFX - The Longest Line

Como se pode ver, quando o assunto é vinil colorido, a dupla Fat Wreck / NOFX (ou poderia resumir tudo a Fat Mike?) manda muito bem.
Pra encerrar o assunto, deixo mais alguns discos coloridos bem legais de outras bandas:

  • MxPx – The Renaissance EP (Fat Wreck Chords)
  • MxPx - The Renaissance EP

  • Bracket – “F” Is For Fat (Fat Wreck Chords)
  • Bracket - "F" Is For Fat

  • Alkaline Trio – Goddamnit Redux (Asian Man Records)
  • Alkaline Trio - Goddamnit (Redux)

  • Green Day – Warning (Adeline Records)
  • Green Day - Warning

  • Rancid – Life Won’t Wait (Epitaph Records)
  • Rancid - Life Won't Wait

Falemos agora de lançamentos.

NOFX - Coaster / Frisbee

E já que o assunto é NOFX…
A banda californiana está lançando seu mais novo disco, e não, ele não tem versão colorida, mas por um bom motivo, já que a versão em CD se chama “Coaster” (ou “Porta-copos”, sabe? aquele que você coloca embaixo do copo pra não molhar a mesa..) e a versão em LP se chama “Frisbee” (aquele mesmo de jogar pro seu amigo em uma tarde ensolarada). A ideia é justamente ironizar a indústria da música de hoje em dia e seus compradores, que acham um CD tão útil quanto um porta-copos e um disco de vinil tão agradável como um frisbee. Genial.

Os discos saíram via Fat Wreck Chords e podem ser encontrados facilmente na loja online. Recomendo, já que é um dos melhores trabalhos dos caras desde o “War on Errorism”.

Hey! Ho! Let’s Go!

Ramones - California Sun EP

Outros 2 lançamentos interessantes estão sendo trazidos pela InSound. São 2 relançamentos de clássicos do punk/alternativo, e um deles vai agradar em cheio os fãs do site.
Os 2 discos em questão são o 7″ “I’ll Be You” do Replacements e o 7″ “California Sun” do Ramones. Ambos estão fora de catálogo há muito tempo, e agora podem ser comprados no site por $7,99.
O disquinho do Ramones trás 3 faixas: California Sun (Live), I Don’t Want To Walk Around With You (Live) e I Want To Be Your Boyfriend. Já o pessoal do Replacements mostra 2 faixas: “I’ll Be You” e “Date To Church”. Ambos estão limitados a 1000 cópias, então quem quiser garantir tem que se apressar!

And Now I Depend On My Sense Of Adventure

Broadway Calls - Be All That You Can't Be

A gloriosa SideOneDummy contratou os caras do Broadway Calls esse ano, e eles já inclusive estão com o disco-debut pelo selo praticamente terminado.
Pra quem não conhece, o Broadway Calls é um power-trio de Rainier, Oregon que lançou seu primeiro CD via Adeline Records e apareceu como uma das principais figuras do pop-punk mundial. Seu som lembra muito Green Day e Alkaline Trio (“Back To Oregon” poderia facilmente ser uma música de Matt Skiba e Dan Andriano), e é um alívio aos nossos ouvidos, já que nos lembra que ainda existem bandas boas assim.
Pra começar com tudo no novo selo e mostrar pra galera um pouco do que vem por aí, gravadora e banda resolveram lançar o 7″ “Be All That You Can’t Be”. O disquinho conta com uma música que vai estar no full-length e um b-side exclusivo.
A capa do disco é de extremo bom gosto, muito bem desenhada, e como os exemplos que citei anteriormente, cor do vinil e capa serão completamente interligadas, já que os discos sairão em 500 cópias laranjadas e 500 cópias azuis.
Há ainda um lote de 500 cópias em vinil branco, mas esses são exclusivos para a loja punk-de-boutique Hot Topic.

Você pode comprar o vinil laranjado aqui e o vinil azul aqui.

Yummy, yummy punk rock girls…

The Queers - Love Songs For The Retarded

Nossos conhecidos amigos da Recess Records estão trazendo mais 2 lançamentos espetaculares.
O primeiro é o relançamento de “Love Songs For The Retarded” do The Queers em vinil. Por 8 dólares você pode levar esse clássico do Queers em 12″. A pena é que pelo jeito o discão não vem com nenhuma música extra, arte refeita, vinil colorido ou algo do tipo. Vale apenas pra quem é fã.

They paved paradise and put up a parking lot

Pinhead Gunpowder - Kick Over The Traces

Por outro lado, a Recess resolveu relançar todo o catálogo do Pinhead Gunpowder e pra começar com o pé direito decidiu junto com a banda criar uma coletânea com as melhores de todos os discos, EPs, splits, etc. do PG, e assim nasceu “Kick Over The Traces“, o primeiro e único apanhado geral da carreira dessa banda tão divertida que conta com Billie Joe Armstrong, Jason White (segunda guitarra do green day), Bill Schneider (técnico de guitarra do green day) e Aaron Cometbus (dono do famoso zine “Cometbus”).

O mais legal disso tudo é que a gravadora decidiu lançar, logo de cara, 2000 cópias em vinil, sendo 500 em vinil transparente, 500 em vinil transparente-vermelho, 500 em vinil transparente-azul e 500 em vinil transparente-verde. Assim como a Recess já havia feito com “My Brain Hurts” do Screeching Weasel, ela também nos presenteia com 4 cores de vinil nesse lançamento do Pinhead.
Vale lembrar que tanto Screeching Weasel quanto Pinhead Gunpowder tinham seu catálogo preso à Lookout! Records, mas como essa praticamente faliu, ambos resolveram relançar seus discos em outras casas.

TRACK LISTING:
1. West Side Highway
2. Losers Of The Year
3. Reach For The Bottle
4. Find My Place
5. Kathleen
6. Keeping Warm In The Night Time
7. Cabot Gal
8. I Used To
9. Before The Accident
10. MPLS Song
11. At Your Funeral
12. Anniversary Song
13. 2nd St.
14. Life During Wartime
15. Landlords
16. Big Yellow Taxi
17. Future Daydream
18. New Blood
19. Beastly Bit
20. Swan Song
21. Train Station
22. Mahogany
23. On The Ave

Pra mim o tracklisting perfeito. São as músicas mais legais de cada um dos discos da carreira do Pinhead Gunpowder.

And This Is Just A Punk Rock Song

Bad Religion - Bad Religion

E por último, mas não menos importante, o Bad Religion relançou via Epitaph novas cópias do 7″ Homônimo de 1981. São 3 cores diferentes (vermelho-transparente, branco e preto), e a arte original foi toda preservada, com encarte e letras das músicas. São 400 cópias de cada uma das cores, mais 1000 cópias do “pacote” com as 3 cores. Quem está vendendo os discos é a KingsRoadMerch e enquanto escrevo esse artigo, apenas as cores vermelha e preta ainda estão disponíveis. O pacote e o vinil branco já se esgotaram, infelizmente.

Por hoje é “só”, pessoal.
Me despeço ao som de “21 Guns” do novíssimo disco do Green Day. Essa é apenas a segunda ouvida, então ainda tá muito cedo pra dizer o que eu achei, e fazer resenhas fica pra ooooutra coluna, certo?

Créditos de algumas fotos:

NOFX Wiki – www.nofxwiki.net

 
 
 
 
comments powered by Disqus